Bolsa Wall Street perde terreno em semana dominada por tarifas e política monetária

Wall Street perde terreno em semana dominada por tarifas e política monetária

As bolsas do outro lado do Atlântico encerraram em ligeira baixa, numa altura em que os investidores estão a optar por uma maior prudência. A semana será de decisões na frente comercial e da política monetária.
Wall Street perde terreno em semana dominada por tarifas e política monetária
Reuters
Carla Pedro 09 de dezembro de 2019 às 21:19

O Dow Jones fechou a ceder 0,38% para 27.909,60 pontos e o S&P 500 recuou 0,32%, para 3.135,96 pontos.

 

O tecnológico Nasdaq Composite seguiu a mesma tendência, terminando a desvalorizar 0,40% para 8.621,83 pontos.

 

Os principais índices de Wall Street refletiram a cautela dos investidores, numa semana importante na frente comercial EUA-China, já que existe a expectativa de que Washington e Pequim cheguem a um entendimento a tempo de evitar a entrada em vigor de novas tarifas aduaneiras já a 15 de dezembro.

 

Se das negociações entre Washington e Pequim resultar um acordo comercial parcial – chamado de "fase um" – tudo aponta para que seja adiada a entrada em vigor da nova fornada de tarifas aduaneiras (dos EUA sobre produtos chineses) a partir de domingo.

A divulgação, esta segunda-feira, dos dados das exportações chinesas, que ficaram abaixo do esperado (diiminuíram 1,1% em novembro - e para os EUA afundaram 23%), ajudou ao clima de prudência.

 

Esta semana será também marcada pelas decisões de política monetária da Reserva Federal norte-americana e o Banco Central Europeu. Não se preveem mexidas nos juros, mas os investidores esperam por sinais sobre se está prevista mais flexibilização monetária em 2020. 





pub

Marketing Automation certified by E-GOI