Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Wall Street em alta ligeira com S&P500 a recuperar de mínimos de duas semanas

As bolsas dos Estados Unidos registam ganhos ligeiros no início da sessão, depois de terem desvalorizado mais de 1% na terça-feira. Os investidores aguardam a divulgação dos dados preliminares sobre a actividade industrial.

Bloomberg
Rita Faria afaria@negocios.pt 23 de Setembro de 2015 às 14:38
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os principais índices norte-americanos abriram esta quarta-feira, 23 de Setembro, depois de terem deslizado mais de 1% na sessão de ontem.

 

O índice industrial Dow Jones sobe 0,04% para 16.337,3 pontos, enquanto o tecnológico Nasdaq avança 0,18% para 4.765,48 pontos. Já o S&P500 valoriza 0,1% para 1.944 pontos, depois de ter perdido 1,23% na sessão de ontem, para o valor mais baixo das últimas duas semanas.

 

O mercado accionista norte-americano tem registado uma forte volatilidade nas últimas semanas, devido à incerteza sobre a trajectória dos juros nos Estados Unidos e ao abrandamento de economias emergentes, especialmente a China.

 

Os principais índices bolsistas deslizaram, na sexta-feira, depois de a Reserva Federal ter mantido os juros inalterados no mínimo histórico entre 0 e 0,25%, e subiram, na segunda-feira, após vários membros da Fed terem garantido que os juros vão subir ainda este ano e que a economia americana está a melhorar.

 

"Nas últimas semanas vimos os mercados mais fracos por causa da China e, no último dia, por causa das fabricantes automóveis. Por isso, os níveis estão agora atractivos", refere, em declarações à Bloomberg, Heinz-Gerd Sonnenschein, estratega do Deutsche Postbank.

Na semana passada, a presidente da Reserva Federal dos Estados Unidos, Janet Yellen, afirmou que a Fed irá monitorizar a evolução da economia chinesa e dos mercados emergentes para avaliar o seu impacto na economia norte-americana. Esta quarta-feira foi divulgado que a actividade industrial da China caiu para o nível mais baixo desde Março de 2009, relançando receios sobre o crescimento da segunda maior economia do mundo.

Esta quarta-feira, os investidores estarão atentos à divulgação de dados preliminares sobre a actividade industrial nos Estados Unidos, que deverão mostrar que a produção cresceu a um ritmo mais lento em Setembro, de acordo com os economistas consultados pela Bloomberg. 

A Fiat Chrysler Automobiles avança 3,45% para 13,79 dólares acompanhando a subida do sector na Europa, enquanto a Intel ganha 0,43% para 28,79 dólares, depois de a Sanford C. Bernstein ter subido a recomendação para as acções de "underperform" para "neutral". 

(Notícia actualizada às 14h49)

Ver comentários
Saber mais Estados Unidos Reserva Federal China Fed Janet Yellen economia negócios e finanças mercado e câmbios bolsa S&P500 Nasdaq Dow Jones
Outras Notícias