Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Wall Street em alta na expectativa por referendo britânico e discurso de Yellen

As principais praças norte-americanas abriram a sessão no verde, numa altura em que os investidores estão na expectativa por novas indicações de Janet Yellen sobre a taxa de juro e sobre o referendo britânico da próxima quinta-feira.

Bloomberg
David Santiago dsantiago@negocios.pt 21 de Junho de 2016 às 14:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O índice industrial Dow Jones iniciou a sessão desta terça-feira, 21 de Junho, a apreciar 0,14% para 17.828,91 pontos, acompanhado pelo tecnológico Nasdaq Composite que começou o dia a somar 0,20% para 4.846,887 pontos.

 

Já o Standard & Poor’s 500 estreou-se na sessão a avançar 0,2% para 2.086,64 pontos, já depois de ontem ter registado a maior subida em quatro semanas beneficiando do maior optimismo proporcionado pela recuperação nas sondagens das intenções de voto favoráveis à permanência do Reino Unido na União Europeia (UE).

 

No entanto os ganhos hoje verificados em Wall Street são mais moderados do que na primeira sessão desta semana, em especial devido à quebra verificada pelo preço do petróleo nos mercados internacionais. Nesta altura o West Texas Intermediate (WTI), negociado em Nova Iorque, segue a perder 1,92% para 48,42 dólares por barril. O que levou a Exxon a iniciar a sessão a ceder 0,61% para 90,56 dólares por barril e a Chevron a recuar 0,33% para 102,275 dólares.

 

Por outro lado, é também grande a expectativa dos investidores norte-americanos face ao discurso que Janet Yellen, presidente da Reserva Federal, irá proferir esta manhã em Washington. Na semana passada a Fed demonstrou cautela em relação a hipotéticas subidas dos juros nos próximos meses na sequência da revisão em baixa das previsões económicas para os próximos dois anos.

 

Depois de a instituição presidida por Yellen ter sinalizado a intenção de em 2016 elevar de forma gradual a taxa de juro do país, depois de em Dezembro último ter decretado o primeiro aumento dos juros em seis anos, os investidores antecipam agora que a Fed só deverá aumentar os custos do dinheiro no início de 2017.

 

A marcar a sessão desta terça-feira continuará a questão do Brexit, porque apesar da recuperação do sim à permanência, as sondagens colocam os dois lados muito próximos. 

A apoiar os ganhos ligeiros neste início de sessão em Wall Street está a United Continental Holdings ao somar 3,13% para 44,76 dólares já depois de ter revelado a intenção de atingir 3,1 mil milhões de dólares em receitas extras e poupanças até 2018, com o objectivo de reduzir a diferença no que diz respeito ao volume de lucros face aos seus competidores. 

(Notícia actualizada às 14:50)

Ver comentários
Saber mais Wall Street Standard & Poor's 500 Dow Jones Nasdaq Composite Reino Unido União Europeia Janet Yellen Fed Brexit Exxon Chevron Petróleo United Continental Holdings
Mais lidas
Outras Notícias