Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Wall Street sobe mais de 1% animada com resultados trimestrais

As bolsas norte-americanas continuam a ser impulsionadas pelos resultados trimestrais acima do esperado por parte de grandes empresas. Investidores estão também atentos à reunião do comité de política monetária da Fed, cujas conclusões são divulgadas amanhã.

Reuters
André Cabrita-Mendes andremendes@negocios.pt 28 de Outubro de 2014 às 20:37
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Wall Street fechou em alta na sessão desta terça-feira, 28 de Outubro. Os principais índices norte-americanos subiram mais de 1% animados com os resultados trimestrais das cotadas.

 

Os investidores também estão à espera do final da reunião de dois dias do banco central dos Estados Unidos, que começou esta terça-feira. A Fed deverá colocar um fim à compra de obrigações - o programa "quantitative easing" que, em seis anos, aumentou o seu balanço para um novo máximo: três biliões de dólares. Por outro lado, as taxas de juro deverão manter-se em mínimos, como indicam as minutas da última reunião da Fed.

 

O índice Dow Jones subiu 1,12% para 17.006,45 pontos, com a Caterpillar a liderar os ganhos (+2,44% para 100,94 dólares). Seguiram-se a United Technologies (2,01%), a Chevron (1,77%) e a Intel (1,63%).

 

O S&P 500 - índice que agrega as 500 maiores cotadas - valorizou 1,01% para 1.981,44 pontos. Os ganhos foram liderados pela Cumminhs (6,74%), AutoNation (6,71%) e a Whirlpool (6,69%).

 

Já o Nasdaq Composite valorizou 1,75% para os 4.564,293 pontos. As principais cotadas tecnológicas fecharam todas em terreno positivo: Apple (1,55%), Microsoft (1,26%) e Google (1,65%)

 

Logo após o fecho do mercado, o Facebook divulgou os seus resultados trimestrais. A rede social teve receitas de 3,20 mil milhões de dólares no seu terceiro trimestre fiscal, mais 59% face ao período homólogo do ano passado. A estimativa média apontada pelos analistas inquiridos pela Bloomberg era de 3,10 mil milhões de dólares.

 

Este resultado foi principalmente impulsionado pela subida de 64% nas receitas de publicidade para um total de 2,96 mil milhões de dólares. Já os lucros registaram uma subida de 90% para os 806 milhões de dólares.

 

"Este foi um bom trimestre com resultados fortes", disse o presidente executivo da companhia, Mark Zuckerberg, em comunicado. "Vamos continuar a focar-nos em servir bem a nossa comunidade e a continuar a investir em interligar o mundo durante a próxima década".

 

Ver comentários
Saber mais Wall Street Nasdaq Dow Jones mercados Estados Unidos da América
Mais lidas
Outras Notícias