Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EDP paga dividendo de 18,5 cêntimos a partir de 29 de Maio

Acções transaccionam a 23 de Maio pela última vez com direito ao dividendo de 18,5 cêntimos.

O Haitong avalia as acções da EDP em 3,35 euros, o que implica um potencial de valorização 19%. A recomendação é de comprar.

O banco de investimento assinala que a EDP está a negociar com “múltiplos muito atractivos”, apesar dos factores favoráveis que deverão impulsionar os resultados no segundo semestre, tais como as boas condições na geração de energia e a valorização do real. Se a avaliação da EDP tivesse em conta os preços-alvo da Haitong para a EDP Renováveis e EDP Brasil, e não as cotações actuais, a avaliação da EDP seria de 3,63 euros.

O Haitong destaca que a cotada liderada por António Mexia está exposta ao risco soberano de Portugal, pelo que um agravamento nos “spreads” da dívida portuguesa “terá um impacto negativo na acção”. Isto apesar de a EDP estar a reduzir o endividamento, o custo da dívida (30 pontos base entre 2016 e 2018) e ter as suas necessidades de financiamento cobertas até 2019.
Miguel Baltazar/Negócios
Negócios 13 de Maio de 2014 às 13:07
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A Energias de Portugal anunciou esta terça-feira, 13 de Maio, as datas em que vai pagar aos seus accionistas a remuneração referente ao exercício do ano passado.

 

O dividendo bruto de 18,5 cêntimos vai ser colocado à disposição dos accionistas a partir de 29 de Maio. A 26 de Maio as acções descontam o valor do dividendo, sendo que transaccionam pela última vez com a remuneração incorporada a 23 de Maio.

 

Ao dividendo da EDP corresponde uma rentabilidade de 5,31%, tendo em conta a cotação de hoje, nos 3,486 euros.

Ver comentários
Saber mais EDP dividendos
Outras Notícias