Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Jerónimo Martins e EDP Renováveis descontam dividendo no arranque da semana

Títulos de ambas as empresas ajustam esta segunda-feira à remuneração accionista definida com base nas contas do último ano. Descida das cotações deverá pesar no comportamento do índice português.

4 - Pedro Soares dos Santos, Jerónimo Martins. 5,01%
Paulo Moutinho 04 de Maio de 2014 às 16:33
  • Partilhar artigo
  • 6
  • ...

Jerónimo Martins e EDP Renováveis são as próximas cotadas a entregarem a “fatia” dos lucros aos seus accionistas. As acções de ambas as empresas ajustam esta segunda-feira às respectivas remunerações, um destaque que poderá colocar pressão sobre o comportamento da bolsa nacional, especialmente tendo em conta o elevado peso que a retalhista tem no PSI-20.

 

Depois da Corticeira Amorim, que deu o “pontapé de saída” na época de pagamento de dividendos em Lisboa, da Cimpor e da REN, chega a vez da Jerónimo Martins e da EDP Renováveis avançarem com a distribuição aos investidores. A empresa liderada por Pedro Soares dos Santos vai pagar 30,5 cêntimos por cada acção, um cêntimo a mais que em 2013, já a EDP Renováveis manteve os quatro cêntimos.

 

Este dinheiro começará a ser depositado na conta dos accionistas de ambas as cotadas a partir de quinta-feira, dia 8 de Maio, mas é descontado já esta segunda-feira à cotação. Ou seja, as acções entram em ex-dividendo, o que significa que já não dão direito a essa remuneração. Para receber os respectivos dividendos seria necessário terem em carteira os títulos até ao final da última semana.

 

O destaque dos dividendos ordinários tem influência na cotação do índice de referência português. Ainda que para o investidor seja uma operação neutra, o valor das acções encolhe pelo que o PSI-20 poderá ficar sob pressão. Assumindo um destaque perfeito, a Jerónimo Martins pode apresentar uma queda de 2,47%, de 12,37 para 12,065 euros, já a EDP Renováveis pode descer 0,81%, de 4,92 para 4,88 euros.

 

A redução do valor das acções da Jerónimo Martins merece maior destaque já que a dona do Pingo Doce é uma das cotadas que maior peso tem no índice nacional. Neste sentido, esta “queda” pode pesar no desempenho do PSI-20 ainda que este esteja, ultimamente, muito dependente do comportamento dos títulos do sector financeiro que ganharam representatividade com a revisão da ponderação por parte da Euronext Lisbon.

Ver comentários
Saber mais Dividendos destaque remuneração accionistas
Outras Notícias