Dividendos Os cinco melhores dividendos da bolsa portuguesa

Os cinco melhores dividendos da bolsa portuguesa

A análise ao "dividend yield" histórico é uma boa forma de encontrar os melhores investimentos. Estas são as cinco cotadas com retornos acima de 5% em três anos.
Nuno Carregueiro 04 de maio de 2019 às 15:00

(Nota: Se está na app do Negócios clique aqui para ler a notícia completa)

As cotadas portuguesas mantêm o estatuto de generosas na hora de remunerar os acionistas. Os cálculos do Negócios mostram que as 19 empresas que vão pagar dividendos entregam aos acionistas mais de 2,4 mil milhões de euros, um ligeiro aumento face ao ano passado, apesar dos lucros terem descido 3%. Além disso, os dividendos representam 69% dos lucros obtidos, uma melhoria de dois pontos percentuais no "payout".

 

Para selecionar os melhores dividendos em Portugal, o Negócios escolheu as cotadas que nos últimos três anos apresentaram sempre um dividendo com retornos acima dos 5%. Altri, Navigator, Novabase, REN e EDP são as eleitas. A Sonae Capital também cumpre o critério, mas tem registado prejuízos, o que coloca em causa a sustentabilidade do dividendo. Já a Nos, apesar dos elevados "cash flow", paga mais aos acionistas do que obtém em lucros, além do que em 2017 tinha um "dividend yield" de cerca de 4%. Há outras cotadas, como a Ramada, que têm pago dividendos com taxas atrativas, mas com recurso a dinheiro encaixado através de vendas de ativos. Ou que estão a subir os dividendos (Sonae e Galp), mas ainda apresentam retornos abaixo dos 5% nos últimos anos.

 

Para fazer as suas contas aos dividendos use a calculadora do Negócios.

 




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI