Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Acordo entre Fenosa e Enel retira carga especulativa sobre acções da EDP

A Unión Fenosa alienou activos à Enel num montante de 326,5 milhões de euros. Segundo o BPI, esta aproximação retira uma carga especulativa sobre a EDP, considerada uma das candidatas à compra da Fenosa.

Pedro Carvalho pc@mediafin.pt 17 de Junho de 2003 às 09:37
  • Partilhar artigo
  • ...
A Unión Fenosa alienou activos à Enel num montante de 326,5 milhões de euros. Segundo o BPI, esta aproximação entre as «utilities» italiana e espanhola retira uma carga especulativa sobre a EDP, considerada uma das candidatas à compra da Fenosa.

A Unión Fenosa, já após o fecho dos mercados, disse ontem ter chegado a um acordo com a italiana Enel para a alienação de activos.

Segundo uma nota diária do BPI, «a redução da divida, via alienação de activos "core", não parece ser uma boa estratégia» para a eléctrica espanhola.

A Fenosa vendeu assim 80% da unidade de energia renováveis à Enel, tendo a opção de recompra de 30% até 2007, tendo procedido também à venda da 50% de uma unidade de geração de energia de ciclo combinado, com o valor total do contrato a ascender a 326,5 milhões de euros.

Na mesma nota, o BPI realça que estas notícias «são um alívio» para a Electricidade de Portugal (EDP) [EDP], já que a eléctrica portuguesa parece estar fora da corrida à compra da Fenosa, embora os responsáveis da Enel tenham posto de parte a intenção de uma aproximação hostil à Fenosa.

O BPI tem um preço alvo de 2,50 euros para as acções da EDP, e uma recomendação de «compra». As acções da EDP cotavam inalteradas nos 1,90 euros.

Outras Notícias