Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Alterações ao contrato de concessão com um "impacto líquido positivo de 169 milhões"

O Millennium Investment Banking (IB) estima que as alterações feitas ao contrato de concessão da Brisa com o Estado tenha um "impacto líquido positivo de 169 milhões de euros".

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 26 de Dezembro de 2008 às 12:46
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O Millennium Investment Banking (IB) estima que as alterações feitas ao contrato de concessão da Brisa com o Estado tenha um "impacto líquido positivo de 169 milhões de euros".

De acordo com uma nota de análise, o analista António Seladas explica que o preço-alvo de 6,80 euros foi mantido porque o impacto positivo das notícias tornadas públicas acabam por ser anuladas pela dificuldade de acesso ao crédito.

“Acreditamos que este acordo, que vai autorizar a Brisa a tornar-se numa ‘holding’ e a transferir as concessões da Brisa para um veículo especial, não vai levar a um aumento da dívida líquida tendo em consideração o actual ambiente do mercado de crédito, por isso retiramos da nossa avaliação o dinheiro extra disponível”, revela o analista do Millennium IB.

“As principais alterações foram a extensão por mais três anos do período de concessão; novo aumento das tarifas depois de 2011; um investimento de capital extra de cerca de 118 milhões de euros, dos quais 45 milhões estão relacionados com novas portagens e com a reorganização da dívida, no montante de cerca de 125 milhões de euros”, realça o analista.

A casa de investimento manteve assim o preço-alvo bem como a recomendação de “comprar” para as acções da Brisa.

Ver comentários
Outras Notícias