Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Analistas interpretam metas da Oi com "cautela"

A operadora brasileira apresentou metas que os analistas consideram "muito ambiciosas" para os próximos anos, particularmente dado o recente desempenho da operadora. O compromisso de um dividendo intercalar assumido pela Oi "dá garantias adicionais" à remuneração accionista da PT.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 18 de Abril de 2012 às 11:38
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
A operadora em que a Portugal Telecom tem uma participação recebeu, ontem, analistas e investidores para o dia do investidor e divulgou metas para os próximos anos, bem como alterações à política de dividendos.

Quanto aos resultados anunciou um aumento anual composto das receitas de 10% ao ano entre 2013 e 2015. No mesmo período o EBITDA deverá crescer 13% ao ano.

“De um modo geral, acreditamos que a Oi anunciou um conjunto de metas muito ambicioso especialmente se tivermos em conta o recente desempenho operacional da empresa, que tem sido pobre”, disse o analista do BESI, Nuno Matias, em nota de análise publicada a que o Negócios teve acesso.

“Dada a visibilidade muito limitada que temos sobre o comportamento do mercado daqui para a frente adoptamos uma perspectiva mais conservadora nos pressupostos de longo prazo”, prossegue o analista.

Também para o Caixa BI, o conjunto de metas fornecido pela Oi “ é ambicioso e bem acima das nossas estimativas”, diz a nota de análise assinada por Guido Varatojo dos Santos. “Apesar de acreditarmos que é encorajador a empresa estar a fornecer um ‘guidance’ positivo vemos estes dados com alguma cautela e estaremos atentos aos resultados”, acrescenta.


Dividendo da Oi "dá garantias adicionais à política de dividendos da Portugal Telecom"

A política de dividendos não suscitou tantas reservas pelos analistas, que dizem “contribuir para dar garantias adicionais ao próprio compromisso da Portugal Telecom para os dividendos”, diz o BESI.

A Oi disse que vai pagar dividendos no valor de dois mil milhões de reais (823,6 milhões de euros) até 2015 e introduziu um pagamento intercalar que, este ano, vai fazer com que a distribuição de dividendos se salde em três mil milhões de reais.

No que diz respeito ao anúncio do dividendo, “a única surpresa foi o pagamento de dividendo intercalar, dando à PT mais 64 milhões de euros” de remuneração accionista proveniente da operadora brasileira. A participação directa da PT na Oi é de 15,5%, apesar de um interesse económico de 23,26%.

Hoje, os títulos da Portugal Telecom avançam 1,54% para 3,828 euros. O Caixa BI tem um preço-alvo de 5,30 euros para as acções, que lhes confere um potencial de valorização de 38,5%, e o BESI tem um avaliação de 5,40 euros, com um potencial implícito de 41,1%. Ambos os bancos de investimento recomendam "comprar" as acções.

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de “research” emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de “research” na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.

Ver comentários
Saber mais Portugal Telecom Oi Brasil BESI analista
Mais lidas
Outras Notícias