Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Analistas: Sonaecom conseguiu margem “impressionante” no móvel

Os resultados da Sonaecom superaram as estimativas dos analistas com a empresa a surpreender, mais uma vez, com a sua capacidade de reduzir a estrutura de custos e melhorar a rendibilidade apesar da queda das receitas.

9 - Ângelo Paupério, Sonaecom. 0,81%
Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 30 de Abril de 2013 às 12:29
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

Os analistas comentaram esta manhã os resultados que a Sonaecom apresentou na tarde de segunda-feira, com as casas de investimento a sublinharem a capacidade da empresa liderada por Ângelo Paupério. A dona da Optimus viu as receitas caírem 4,1% mas conseguiu aumentar o EBITDA em todas as áreas de negócio.

 

O Millennium IB destacou o “recorde” ao nível da margem do negócio móvel, enquanto o JP Morgan a considerou “impressionante”, numa altura em que a operadora se debate com a deterioração das receitas.

 

“O desempenho do EBITDA é conduzido por bom controle de custos no negócio móvel. A tendência das receitas nos serviços móveis deteriorou-se 10,5% no primeiro trimestre, 9,9% no quarto de 2012 e 8,5% no terceiro trimestre, reflectindo a evolução das MTR”, lê-se na nota de análise do JP Morgan.

 

Na Optimus, a descida das taxas de terminação nos móveis (MTR, na sigla inglesa) influencia negativamente as receitas mas positivamente o desempenho operacional. A operadora liderada por Miguel Almeida tem a menor quota de mercado das operadoras móveis portuguesas e paga mais do que recebe às congéneres em terminações.

 

O banco Santander afirma que a “Sonaecom está a negociar a um desconto de 23,8% face ao valor teórico implícito no valor a que negoceia a Zon.” Uma diferença “excessiva” na perspectiva do banco espanhol que considera “justo” um desconto de 10%.

 

O Millennium IB lembra que “os próximos trimestre devem ser duros, mas a empresa teve um começo”. O BPI afirmou, em nota de análise publicada antes do início da sessão bolsista desta terça-feira, antecipar uma reacção positiva das acções aos resultados divulgados.

 

Os títulos da Sonaecom estão a perder 0,17% para 1,771 euros, numa altura em que o PSI-20 recua 0,06% e as empresas do sector das telecomunicações do Euro Stoxx 600 declinam 0,33%.

 

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de “research” emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de “research” na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro. 

Ver comentários
Saber mais Sonaecom research resultados
Mais lidas
Outras Notícias