Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCP assegura totalidade das necessidades de refinanciamento de 2009

O Banco Comercial Português (BCP) colocou, ontem, uma emissão de obrigações hipotecárias de mil milhões de euros, que lhe permitiu mais do que assegurar as necessidades de refinanciamento para 2009. O sucesso da colocação, e o preço, são destacados pelo Caixa BI e o Espírito Santo Research.

Paulo Moutinho 24 de Setembro de 2009 às 10:05
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...
O Banco Comercial Português (BCP) colocou, ontem, uma emissão de obrigações hipotecárias de mil milhões de euros, que lhe permitiu mais do que assegurar as necessidades de refinanciamento para 2009. O sucesso da colocação, e o preço, são destacados pelo Caixa BI e o Espírito Santo Research.

“Com esta operação o BCP já emitiu 5,4 mil milhões de euros de dívida em 2009, montante que representa mais do que a totalidade de dívida de médio/longo prazo a ser refinanciada em 2009 (4,7 mil milhões de euros)”, refere André Rodrigues, analista do Caixa BI.

Os mil milhões de euros emitidos pelo BCP foram colocados ontem, sendo que o banco liderado por Carlos Santos Ferreira conseguiu um “spread” de 60 pontos base acrescido da taxa “mid swap” a 7 anos. “a taxa final será de 3,75%, tendo a operação maturidade em Outubro de 2016”, sublinha o Caixa BI.

O Espírito Santo Research considera que as “condições apresentadas foram atractivas. Lembramos que tanto o Banesto como o Banco Pastor [instituições espanholas] emitiram, recentemente, obrigações com ‘spreads’ de 45 e 75 pontos base, respectivamente”, com maturidades de 3 a 5 anos.

O Caixa BI recorda que “dos referidos 5,4 mil milhões de dívida emitidos pelo BCP em 2009, 900 milhões referem-se à colocação, entre Junho e Agosto, de 3 tranches do programa de dívida perpétua subordinada “BCP Valor Capital 2009”, para reforço do rácio ‘Tier I’ do banco”.

“Tal como referimos noutras emissões recentes, esta operação reforça o sentimento de normalização dos mercados financeiros que se tem verificado nos últimos meses e que tem permitido a emissão de operações similares por parte de diversas entidades financeiras europeias”, conclui o Caixa BI.

O BCP está hoje a acompanhar a movimentação negativa do sector, e dos mercados accionistas em geral. As acções recuam 0,4% para 1,002 euros, apresentando um potencial de valorização de 9,8% face ao “target” de 1,10 euros do Caixa BI. A recomendação é de “comprar”.

Ver comentários
Outras Notícias