Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCP quer chegar ao "TOP 5" na Polónia

O Bank Millennium anunciou as condições do aumento de capital, operação em que vai vender aos accionistas 363,9 milhões de acções com um desconto de 38%. No prospecto da operação, o banco controlado pelo Banco Comercial Português diz que a operação servirá para expandir a actividade da instituição na Polónia, com o objectivo de integrar o lote dos cinco maiores bancos do país.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 13 de Janeiro de 2010 às 09:49
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

O Bank Millennium anunciou as condições do aumento de capital, operação em que vai vender aos accionistas 363,9 milhões de acções com um desconto de 38%. No prospecto da operação, o banco controlado pelo Banco Comercial Português diz que a operação servirá para expandir a actividade da instituição na Polónia, com o objectivo de integrar o lote dos cinco maiores bancos do país.

O Bank Millennium vai emitir 363,9 milhões de acções, que serão vendidas aos accionistas a 2,9 zlotys cada. Um preço que vai representar para um banco um encaixe de 1,06 mil milhões de zlotys (260 milhões de euros) e um desconto de 38% face à última cotação do banco.

No prospecto da operação, cotado pela Bloomberg, o Bank Millennium afirma que o objectivo da operação passa por financiar a expansão do banco.

O objectivo é de entrar no lote dos cinco maiores bancos da Polónia, em termos de depósitos e crédito concedido. O banco pretende, dentro de três anos, atingir 7% de quota na banca de retalho da Polónia e 5% no segmento de empresas.

Com a operação, o rácio de capital do Bank Millennium vai melhorar em três pontos percentuais. Em 2012 o ROE deverá atingir 15% e o “cost to income” abaixo dos 60%.

O BCP, que controla 65% do Bank Millennium, já anunciou que irá acompanhar este aumento de capital, para manter a sua posição na unidade polaca.

Os accionistas que mantenham em carteira as acções até 19 de Janeiro poderão participar no aumento de capital. A subscrição dos direitos ocorrerá em Fevereiro.

Os analistas classificam esta notícia como “neutral a ligeiramente negativa”, como refere o Banif, pois o desconto aplicado na venda das acções “é significativo”.

O Espírito Santo Equity Research salienta a preocupação de que o banco quer aumentar a carteira de depósitos mas não pretende entrar “na guerra” que se vive actualmente neste segmento, pelo que poderá conduzir a uma deterioração do rácio de cobertura do crédito pelos depósitos.

Já o BPI salienta que o auemnto de capital deverá pressionar em baixa as acções do Bank Millennium e, em consequência, também os títulos do BCP.

As acções do Bank Millennium estão hoje a subir 1,71% para 4,75 euros.

Ver comentários
Outras Notícias