Research Bernstein dá potencial de queda de 22% às ações da Jerónimo Martins

Bernstein dá potencial de queda de 22% às ações da Jerónimo Martins

O banco de investimento iniciou a cobertura das ações da retalhista portuguesa com uma recomendação de "underperform".
Bernstein dá potencial de queda de 22% às ações da Jerónimo Martins
biedronka jeronimo martins
Negócios com Bloomberg 18 de setembro de 2019 às 08:34

As ações da Jerónimo Martins têm um potencial de desvalorização 22%, de acordo com uma avaliação do banco de investimento Bernstein, que iniciou a cobertura dos títulos da retalhista portuguesa.

 

Segundo a Bloomberg, a Bernstein atribuiu à Jerónimo Martins um preço-alvo de 12,50 euros, uma avaliação que se situa 22% abaixo da cotação de fecho de terça-feira.

 

A média dos preços-alvo dos analistas que seguem a Jerónimo Martins também dá às ações um potencial de queda. Segundo a Bloomberg, a avaliação média é de 14,71 euros, o que compara com a cotação de fecho de ontem nos 16,115 euros.

 

Ainda assim, a maioria dos analistas que segue a Jerónimo Martins tem uma recomendação positiva para a cotada. Quinze recomendam "comprar", oito "manter" e apenas cinco "vender".

 

As ações fecharam a sessão de terça-feira a valorizar 2,55% para máximos de março de 2018. Hoje estão a ceder 1,46% para 15,88 euros.

 

Esta avaliação foi noticiada pela Bloomberg e o Negócios não teve acesso à nota de research.

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI