Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BNP Paribas aplica desconto às renováveis e baixa avaliação da EDP

O Exane BNP Paribas reviu em baixa a avaliação da EDP para 5,00 euros, um corte no "target" que está associado a um desconto aplicado à unidade das renováveis, dada a incerteza quanto ao "timing" da colocação da divisão no mercado de capitais. O banco fra

Paulo Moutinho 10 de Março de 2008 às 11:34
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Exane BNP Paribas reviu em baixa a avaliação da EDP para 5,00 euros, um corte no "target" que está associado a um desconto aplicado à unidade das renováveis, dada a incerteza quanto ao "timing" da colocação da divisão no mercado de capitais. O banco francês actualizou, também, a estimativa de lucros da empresa portuguesa.

"Reduzimos em 10% o preço-alvo da EDP para 5,00 euros [de 5,58 euros], depois de aplicarmos um desconto à nossa avaliação para as renováveis. Este desconto reflecte o potencial adiamento do IPO, uma das poucas oportunidades da EDP mostrar o valor escondido associado às energias verdes", afirma o analista José Fernandez.

O banco de investimento francês aplicou um desconto de 15% à avaliação inicial de 9,65 mil milhões de euros da EDP Renováveis, reduzindo-a para 8,2 mil milhões. "O nosso entendimento de que um adiamento da dispersão da unidade, para lá de Julho de 2008, irá colocar em risco o nosso cenário de investimento para a EDP".

Além de baixar a avaliação da unidade das renováveis da empresa liderada por António Mexia, o BNP Paribas reduziu também as suas estimativas de lucros em 4% e 9% para este ano e 2009, respectivamente, dado "o aumento da dívida nas nossas previsões e do custo dessa dívida".

José Fernandez, que manteve a recomendação de "outperform", salienta que apesar da redução do "target" da EDP [edp] para 5,00 euros, a eléctrica oferece um potencial de subida de 26,9% face à cotação actual (de 3,94 euros), o que se situa "acima da média de 21% das ‘utilities’ que cobrimos".

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias