Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BNP sobe preço-alvo da PT para 9,2 euros

O Exane BNP Paribas efectuou um estudo sobre as empresas de telecomunicações da América Latina e decidiu aumentar as avaliações das companhias ibéricas expostas a este mercado. Na Portugal Telecom o preço-alvo aumentou 6% para 9,2 euros.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 13 de Dezembro de 2005 às 13:11
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Exane BNP Paribas efectuou um estudo sobre as empresas de telecomunicações da América Latina e decidiu aumentar as avaliações das companhias ibéricas expostas a este mercado. Na Portugal Telecom o preço-alvo aumentou 6% para 9,2 euros.

A subida da avaliação da Portugal Telecom está relacionada sobretudo com a melhoria das expectativas para a Vivo e com um desempenho favorável do real.

O preço-alvo da PT passou para 9,2 euros, com uma recomendação de «neutral» e o BNP Paribas reviu também em alta as avaliações da telefónica Móviles (4%) e da Telefónica (1%).

As estimativas de EBITDA da PT para 2006 foram revistas em alta de 2,5%, reflectindo «as previsões mais elevadas para a Vivo em moeda local», que devem aumentar 4,3%, e a «movimentos cambiais favoráveis».

Esta situação, combinada com o custo de capital mais baixo que o banco de investimento decidiu aplicar à Vivo, explica a subida da avaliação da Portugal Telecom.

As previsões do BNP para o EBITDA de 2006 estão agora 1,5% acima do consenso do mercado, uma situação que o banco estima dever-se ao facto de o mercado ainda ter baixas previsões para a Vivo.

Assim, o BNP «acredita que as acções da PT devem apresentar um bom comportamento no curto prazo, à medida que as estimativas para 2006 forem sendo revistas em alta».

Numa perspectiva a 12 meses, o BNP destaca as preocupações com «o mercado doméstico de rede fixa, onde espera uma queda de 4% no EBITDA e de 5% nas receitas em 2006», para toda a indústria.

Outras Notícias