A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BPI afunda mais de 3% após apresentação de "fraco conjunto" de resultados

As acções do BPI desvalorizaram um máximo de 3,63%, ao início da manhã, penalizadas pelos números do primeiro trimestre, apresentados ontem. Os analistas consideram que o banco liderado por Fernando Ulrich divulgou um "fraco conjunto" de resultados. A UBS

Maria João Soares mjsoares@negocios.pt 23 de Abril de 2008 às 09:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As acções do BPI desvalorizaram um máximo de 3,63%, ao início da manhã, penalizadas pelos números do primeiro trimestre, apresentados ontem. Os analistas consideram que o banco liderado por Fernando Ulrich divulgou um "fraco conjunto" de resultados. A UBS reviu em baixa a recomendação e o "target" para os títulos.

As acções do BPI seguem a desvalorizar 1,67% para 3,525 euros, depois de terem caído um máximo de 3,63% para 3,455 euros.

O banco apresentou ontem os resultados do primeiro trimestre de 2008, tendo registado uma quebra nos lucros de 22% para os 75,3 milhões de euros. Os analistas contactados pelo Jornal de Negócios estimavam um resultado líquido de 77,2 milhões de euros.

A UBS reviu em baixa a recomendação para o BPI, de "comprar" para "neutral", e o preço-alvo, de 5,5 para 3,9 euros justificando a alteração com "um conjunto de resultados muito fraco e o aumento de capital que aí vem".

O Espírito Santo Research (ESR) considera que o BPI apresentou "um conjunto relativamente pobre de números do primeiro trimestre de 2008 considerando que as receitas foram, uma vez mais, claramente impulsionadas por uma forte performace nas receitas de negociação, provavelmente não recorrente".

Os analistas Tiago Bossa Dionísio e Carlos Cobo continuam a considerar o BPI "uma das acções mais baratas no universo do sector bancário ibérico", no entanto, acreditam que o mercado provavelmente vai reagir negativamente a este conjunto de resultados admitindo, por isso, "alguma fraqueza no curto-prazo".

A casa de investimento Keefe, Bruyette & Woods diz que os lucros apresentados ficaram em linha com as suas previsões mas, no global, foram "muito fracos".

Para já a KBW mantém a recomendação de "market perform" para os títulos do BPI mas aguarda mais detalhes na "conference call" antes de rever os seus números para o banco.

Ver comentários
Outras Notícias