Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BPI: Possível corte da Moody’s pode ter impactos negativos nos custos de financiamento do BES

O BPI considera que os motivos apresentados pela agência de notação financeira para colocar a dívida de longo prazo do Banco Espírito Santo "sob revisão", entre eles as irregularidades nas contas da Espírito Santo International (ESI), não são uma surpresa.

  • Partilhar artigo
  • 9
  • ...

Ainda assim, o banco de investimento sublinha que "um possível corte do 'rating' do Banco Espírito Santo pode ter repercussões negativas nos custos de financiamento" do banco.

 

A agência de notação financeira emitiu um relatório esta quinta-feira de madrugada, anunciando que colocou a dívida de longo prazo do Banco Espírito Santo "sob revisão", para possível "downgrade". E fez o mesmo ao ESFG.

 

O actual "rating" do BES é de 'Ba3', o que corresponde ao terceiro nível do chamado "lixo" (junk). Nesta categoria especulativa, existem vários patamares. O actual "rating" corresponde a um investimento especulativo, com risco em desenvolvimento. Se descer algum nível, passa para o patamar em que já é considerado altamente especulativo, com existência de risco de crédito e margem de segurança limitada.

 

Esta decisão da Moody’s "foi desencadeada pelos reveses em matéria de 'corporate governance', evidenciados pelo inesperado anúncio, a 20 de Junho de 2014, de uma Assembleia Geral Extraordinária do BES [marcada para 31 de Julho] que visa redefinir a estratégia do banco, e que se fará acompanhar por mudanças na estrutura da gestão de topo da instituição", sublinha a agência.

 

A Moody’s diz que as preocupações relativamente à gestão do grupo Espírito Santo surgiram após a divulgação dos resultados anuais do Espírito Santo Financial Group ESFG, "quando os problemas do seu principal accionista, o Espírito Santo International (ESI), foram revelados, tendo a 'holding' que proceder a uma provisão extraordinária de 700 milhões de euros para compensar as potenciais perdas decorrentes dessa entidade".

 

O BPI tem um preço-alvo de 1,40 euros e uma recomendação de "neutral" para o Banco Espírito Santo.

 

As acções do banco seguem a perder 0,98% para negociarem nos 81 cêntimos.  

 

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro. 

Ver comentários
Saber mais Banco Espírito Santo BES grupo Espírito Santo Espírito Santo Financial Group Espírito Santo International BPI
Outras Notícias