Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Caixa BI reinicia cobertura da Portugal Telecom com "target" de 9,60 euros

O Caixa BI reiniciou hoje a cobertura dos títulos da Portugal Telecom com uma preço-alvo de 9,60 euros e uma recomendação de "acumular". Para a casa de investimento, o Brasil, através da sua participada Vivo, continuará a ser o grande motor de crescimento da companhia.

Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 10 de Dezembro de 2009 às 09:11
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O Caixa BI reiniciou hoje a cobertura dos títulos da Portugal Telecom com uma preço-alvo de 9,60 euros e uma recomendação de “acumular”. Para a casa de investimento, o Brasil, através da sua participada Vivo, continuará a ser o grande motor de crescimento da companhia.

Numa nota de “research” hoje divulgada, o analista Guido Varatojo Santos avalia as acções da operadora em 9,60 euros, um “target” que atribui um potencial de subida de 16,7% à operadora, face à cotação actual.

Para o Caixa BI, “o grande motor de crescimento será o Brasil, através da Vivo, enquanto as actividades domésticas continuam sobre pressão principalmente a rede fixa”. O banco de investimento acrescenta ainda que, através da Vivo, a PT está exposta a um dos mercados emergentes “mais interessantes” e o crescimento da Vivo “tem sido impressionante”.

Quanto à actividade doméstica, o Guido Varatojo Santos destaca o “grande sucesso” do Meo, que é um “’driver’ estratégico na recuperação dos seus indicadores chave de desempenho”.

“Através da instalação de fibra até casa dos clientes, Fiber to the home (FTTH), a PT tem modernizado a sua rede, tendo actualmente das infra-estruturas mais modernas da Europa, oferecendo um conjunto de serviços inovadores e melhorando a qualidade dos serviços já existentes como os produtos de banda larga”, acrescenta a mesma nota.

Quanto ao segmento móvel, o banco de investimento destaca que a empresa de telecomunicações, apesar da taxa de penetração superior a 140%, continua a registar crescimento neste mercado, “impulsionado pela banda larga móvel e serviços de dados”.

“No contexto competitivo em que a PT se encontra achamos que tem tomado as decisões correctas”, considera o caixa BI, que adianta que “o Meo é uma aposta que começa a dar resultados dando uma nova vida à rede fixa e através da Vivo tem trazido para Portugal números de crescimento muito interessantes”.


Ver comentários
Outras Notícias