Research CaixaBI: Lucros da Jerónimo Martins terão aumentado 10,5% para 72 milhões

CaixaBI: Lucros da Jerónimo Martins terão aumentado 10,5% para 72 milhões

Os analistas do CaixaBI esperam um conjunto de "resultados sólidos", em linha com as tendências apresentadas nos últimos três meses de 2015. Os lucros da retalhista terão aumentado 10,5% face ao período homólogo.
CaixaBI: Lucros da Jerónimo Martins terão aumentado 10,5% para 72 milhões
Miguel Baltazar
Rita Faria 26 de abril de 2016 às 09:56

O CaixaBI estima que a Jerónimo Martins tenha fechado o primeiro trimestre deste ano com um resultado líquido de 72 milhões de euros, um aumento de 10,5% face aos 65 milhões registados no mesmo período de 2015. Na comparação com os últimos três meses de 2015, os lucros terão descido 11,3%.  

 

Numa nota de análise divulgada esta terça-feira, 26 de Abril, os analistas consideram que a retalhista deverá apresentar "um conjunto de resultados sólidos" na quinta-feira, impulsionados por dois efeitos positivos de calendário: "o facto de 2016 ser um ano bissexto (impacto de cerca de 1%) e a Páscoa (impacto de cerca de 1% em Portugal e 1,5% na Polónia).

 

Os especialistas do CaixaBI estimam que as vendas do Pingo Doce tenham aumentado 5,5%, em termos homólogos, enquanto as receitas da Biedronka terão crescido 3,6%.

 

"A evolução mais recente das vendas a retalho no segmento alimentar em Portugal e (sobretudo) na Polónia continua a confirmar uma melhoria do enquadramento para a empresa no que se refere ao potencial para crescimento das receitas", explicam os analistas. "Essa evolução positiva deverá continuar a dar impulso à recuperação da rentabilidade da empresa, nomeadamente por via da Biedronka".

 

Apesar do "nível de incerteza" na Polónia, nomeadamente no que diz respeito à estrutura do novo imposto para o sector do retalho que será implementado no país, o CaixaBI acredita que as retalhistas terão a capacidade de passar uma parte significativa desse eventual aumento dos custos, "minimizando o seu impacto na conta de resultados".

 

O CaixaBI atribui um preço-alvo de 14,20 euros às acções da Jerónimo Martins, o que tem implícito um potencial de desvalorização de 1% face à cotação actual. Os títulos da retalhista sobem 0,67% para 14,345 euros. 

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI