Research CaixaBI antecipa queda de 22% dos lucros do BPI

CaixaBI antecipa queda de 22% dos lucros do BPI

Os analistas do CaixaBI antecipam que os lucros do BPI tenham ascendido a 58,5 milhões de euros, uma quebra ligeira face aos três meses anteriores e de 22% em relação ao trimestre homólogo.
CaixaBI antecipa queda de 22% dos lucros do BPI
Bruno Simão/Negócios
Rita Faria 24 de outubro de 2016 às 11:20

Os analistas do departamento de "research" da Caixa Geral de Depósitos antecipam que o BPI terá fechado o terceiro trimestre deste ano com um resultado líquido consolidado de 58,5 milhões de euros.


Este valor representa uma quebra de 2,9% face aos lucros de 60,2 milhões registados nos três meses anteriores e de 21,9% em relação aos resultados do trimestre homólogo.


"De uma maneira geral, os resultados recorrentes do Banco BPI no terceiro trimestre de 2016 não deverão ser um 'driver' para o 'investment case' do banco, com as principais tendências a permanecerem alinhadas com o trimestre anterior", refere a nota de análise do CaixaBI divulgada esta segunda-feira, 24 de Outubro.


No período entre Julho e Setembro, o resultado operacional terá descido 1,7% em relação ao trimestre anterior para 300,3 milhões de euros, enquanto os custos totais terão diminuído em 0,8% para 172 milhões.


Os analistas do CaixaBI destacam que os resultados do banco – que serão divulgados esta quarta-feira, 26 de Outubro, após o fecho do mercado - não são o factor mais relevante para o "investment case" do BPI no curto prazo, na medida em que a oferta de compra apresentada pelo CaixaBank deverá ser registada e concretizada antes do final do ano. Além disso, sublinham, "o BPI está entre os licitantes no processo de venda do Novo Banco".


O CaixaBI mantém o preço-alvo para as acções do banco liderado por Fernando Ulrich em 1,20 euros e a recomendação de "neutral".

Os títulos descem, nesta altura, 0,18% para 1,13 euros, praticamente em linha com os 1,134 euros por acção apresentados pelo CaixaBank na sua oferta (revista) e cerca de 5,6% abaixo da avaliação da unidade de investimento da CGD.


Nota:
 A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.

 

 

 

 

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI