Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CaixaBI estima aumento de 14% dos lucros de 20 cotadas portuguesas

O CaixaBI segue 20 cotadas nacionais, com os resultados do primeiro semestre, quando excluído o sector da banca, a ficarem em linha com as suas estimativas. Para o acumulado de 2016, a casa de investimento prevê um aumento de 14% dos lucros.

Bloomberg
Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 01 de Setembro de 2016 às 14:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

Os lucros das 20 empresas portuguesas que o CaixaBI acompanha registaram uma quebra de cerca de 30% nos resultados do primeiro semestre. A casa de investimento prevê que no acumulado do ano estas mesmas cotadas reportem um aumento médio dos lucros por acção de 14%, o que representa um abrandamento do crescimento, já que, no ano passado, este indicador aumentou 18%.

 

As 20 cotadas portuguesas acompanhadas pelo CaixaBI registaram uma queda dos lucros no primeiro semestre aproximadamente de 30%, quando comparado com o mesmo período do ano passado. Este desempenho esteve relacionado, sobretudo, com "a contribuição negativa do sector bancário", salienta a casa de investimento numa nota de análise a que o Negócios teve acesso.

 

"Se excluirmos o sector bancário (BCP e BPI) o resultado líquido agregado das empresas portuguesas que acompanhamos diminuiu apenas 9,8% no primeiro semestre", realça o analista João Miguel Lourenço.

 

Assim, se excluído o contributo da banca, os números das empresas em causa "ficaram em linha" com as estimativas do CaixaBI, que realça o desempenho de cotadas como a Corticeira Amorim, a EDP Renováveis e a Nos. Bem como o crescimento das receitas da Jerónimo Martins.

 

"Os resultados operacionais ficaram 1,1% acima das nossas estimativas; contudo o resultado líquido ficou 17% abaixo. Se excluirmos o sector bancário, o desvio do EBITDA das nossas estimativas foi apenas de 0,6% e dos resultados líquidos de -0,3%", destaca o analista que assina a nota de análise.

 

O Caixa BI prevê agora que as empresas que acompanha registem uma melhoria dos seus resultados no acumulado do ano. "Tendo em consideração o universo das empresas portuguesas cobertas pelo CaixaBI, os resultados por acção em 2016 deve crescer mais de 14%, segundo as nossas estimativas actuais."

 

A casa de investimento acrescenta que o mesmo universo de empresas registou um aumento dos resultados por acção de cerca de 18%, em 2015.

 

As 20 cotadas seguidas pelo CaixaBI são: Altri, BCP, BPI, Cofina, Corticeira Amorim, CTT, EDP, EDP Renováveis, Galp Energia, Ibersol, Impresa, Jerónimo Martins, Mota-Engil, Nos, Novabase, Navigator, REN, Semapa, Sonae, Sonae Capital.

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.

Ver comentários
Saber mais CaixaBI BCP BPI João Miguel Lourenço EDP Renováveis Jerónimo Martins Corticeira Amorim Altri Cofina CTT EDP Galp Energia Impresa Mota-Engil Novabase REN Sonae Sonae Capital
Mais lidas
Outras Notícias