Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Compra da rede fixa eleva margem EBITDA da PT em 0,8%

A aquisição da rede fixa por parte da Portugal Telecom é um negócio positivo para a empresa, considera a Ibersecurities/Activobank, que estima em 0,8% o impacto positivo na margem EBITDA de todo o Grupo PT.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 12 de Dezembro de 2002 às 09:10
  • Partilhar artigo
  • ...
A aquisição da rede fixa por parte da Portugal Telecom é um negócio positivo para a empresa, considera a Ibersecurities/Activobank, que estima em 0,8% o impacto positivo na margem EBITDA de todo o Grupo Portugal Telecom.

A PT [PTC] anunciou ontem a aquisição da rede fixa de telecomunicações ao Estado português por 365 milhões de euros, negócio que, segundo a corretora, não vai comprometer os objectivos de financeiros da empresa, apesar de ser financiada com dívida.

A Ibersecurities espera um rácio de dívida líquida sobre capital de 1,55 no final deste ano, enquanto o rácio dívida sobre EBITDA (ou cash flow operacional) deve ficar nos 2.

Esta aquisição vai significar uma melhoria de 1,8% na margem EBITDA da PT Comunicações e uma subida de 0,8% no rácio de todo o Grupo PT.

«Isto vai compensar o aumento dos custos financeiros e vai implicar poupanças de impostos de 6 milhões de euros por ano», refere a Ibersecurities, que aguarda um encaixe de 80 milhões de euros para a PT com a venda de imóveis.

A PT seguia a subir 0,78% para os 6,50 euros.

Outras Notícias