Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Galp dispara mais de 2% com revisão em alta da Morgan Stanley (act)

A Galp disparou mais de 2% depois da Morgan Stanley ter revisto em alta quer a recomendação quer o preço-alvo para as suas acções. A casa de investimento diz que a petrolífera portuguesa e a Petroplus são as únicas com recomendações de “overweight” no sei

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 23 de Fevereiro de 2007 às 11:26
  • Partilhar artigo
  • ...

A Galp disparou mais de 2% depois da Morgan Stanley ter revisto em alta quer a recomendação quer o preço-alvo para as suas acções. A casa de investimento diz que a petrolífera portuguesa e a Petroplus são as únicas com recomendações de "overweight" no seio das refinarias europeias, uma vez que cada uma tem catalizadores suficientes para criar valor.

As acções da petrolífera [galp pl] subiam 2,09% para os 6,84 euros depois de terem valorizado um máximo de 2,54%.

Numa nota de "research", a casa de investimento explica que reviu em alta o preço-alvo para as acções da petrolífera em 22% dos anteriores 6,30 euros para os actuais 7,70 euros depois da empresa ter concedido mais detalhes acerca das suas explorações no Brasil e Angola.

A petrolífera anunciou esta semana que o Bloco BM-S-11 descoberto pelo seu consórcio na bacia de Santos no Brasil, deverá ter um volume de petróleo entre os 1,7 e os dez mil milhões de barris.

A Galp também a anunciou este mês a descoberta de petróleo no oitavo e nono poços de pesquisa no bloco 32 em Angola, explorado em parceria com a Sonangol, a Total, e a Marathon Oil. No poço Manjericão-1 foi encontrado petróleo a uma profundidade de 1977 metros e no poço Caril-1 a profundidade atingida foi de 1.673. "Este poço produziu, em teste, petróleo de boa qualidade com um débito máximo de 6.300 barris por dia", adiantou a petrolífera portuguesa.

Na nota de research da Morgan Stanley, os analistas explicam que "embora a Galp permaneça principalmente um mercado doméstico português concentrado na refinaria, marketing e gás natural, acreditamos que as descobertas internacionais no sector de Exploração e Produção (E&P) representam agora 1,69 euros por acção do valor desta empresa".

"Embora reconheçamos que as descobertas internacionais não vão contribuir par os lucros antes de 2012, acreditamos que os investidores vão ser obrigados a reconhecer o seu potencial já este ano", sublinha a mesma fonte acrescentando que "o cenário mais optimista de todos vai adicionar mais 0,48 euros por acção à avaliação da Galp".

A casa de investimento salienta também que investir na Galp é a melhor maneira de se ganhar com a recente descoberta do consórcio liderado pela Petrobas.

Por estas descobertas e desenvolvimento das mesmas, a Morgan Stanley reviu também em alta a recomendação para as acções da Galp de "equal-weight/attractive" para "overweight/attractive".

Galp e Petroplus são as únicas refinarias europeias com recomendação de "overweight"

A mesma fonte revela ainda que a Galp e a Petroplus, empresa na qual o empresário Patrick Monteiro de Barros é um dos accionistas de referência, "são as únicas empresas com recomendações de ‘overweight’ entre as refinarias europeias, uma vez que ambas têm catalisadores específicos para criar valor, embora negoceiem a valores elevados em termos de ganhos a curto-prazo".

Outras Notícias