A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Goldman desce recomendação da Galp para "vender"

O Goldman Sachs reviu em baixa a recomendação da Galp Energia para "vender". O "price target" mantém-se nos 18 euros.

A petrolífera aumentou o dividendo em 10%, para 0,55 euros (0,25 euros já foram pagos no ano passado) por acção, o que traduz uma rendibilidade de 3,6%. A Galp Energia vai pagar 456 milhões de euros, sendo a segunda cotada da bolsa que mais dinheiro entrega aos accionistas. O “payout” é de 74,3%.
Carla Pedro cpedro@negocios.pt 02 de Agosto de 2019 às 07:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

A Galp viu a recomendação para as suas ações ser revista em baixa pela analista Michel Della Vigna, do Goldman Sachs, de "neutral" para "vender".

 

Já o preço-alvo manteve-se nos 18 euros por ação, o que lhe confere um potencial de subida de 28,43% face ao fecho desta quinta-feira (14,015 euros).

 

Segundo os dados compilados pela Bloomberg, a petrolífera liderada por Carlos Gomes da Silva conta agora com 10 recomendações de "comprar", 8 de "manter" e 5 de "vender".

 

Nos últimos três meses, de acordo com os mesmos dados, o consenso dos analistas elevou o preço-alvo da Galp em 0,7%. As projeções oscilam entre os 13 e os 20 euros.

 

Na quarta-feira, 31 de julho, o Barclay reviu em alta de 6% o "price target" das ações da Galp Energia, para 17,5 euros, e elevou a recomendação para "overweight".

 

No dia 9 de julho também os analistas da sociedade financeira Kepler Cheuvreux melhoraram a recomendação para as ações da Galp, de "manter" para "comprar", e estabeleceram um preço-alvo de 16 euros.

 

Na passada segunda-feira, 29 de julho, a Galp reportou lucrou 223 milhões de euros no primeiro semestre de 2019, o que corresponde a uma queda de 52% face ao período homólogo do ano passado. Ainda assim, este resultado líquido ficou acima da estimativa média dos analistas.



Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.
Ver comentários
Saber mais Galp Energia Goldman Michel Della Vigna Barclays research
Outras Notícias