Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Goldman Sachs recomenda comprar acções do Hang Seng

O Goldman Sachs recomendou comprar acções listadas no Hang Seng China Enterprises, dizendo que as acções das empresas que constituem o índice vão crescer pelo menos 20%, com base nas avaliações e nas perspectivas de crescimento económico.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 01 de Abril de 2010 às 09:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O Goldman Sachs recomendou comprar acções listadas no Hang Seng China Enterprises, dizendo que as acções das empresas que constituem o índice vão crescer pelo menos 20%, com base nas avaliações e nas perspectivas de crescimento económico.

“Estamos a recomendar um novo investimento preferido”, disse o economista do Goldman Sachs, Dominic Wilson numa nota de investimento enviado ontem por e-mail à Bloomberg. “Sentimos que as acções chinesas saíram do radar dos investidores, que estão, na melhor das hipóteses, cépticos, o que nos faz ter mais vontade de nos envolvermos”, no mercado chinês, disse Wilson.

Esta é a nona recomendação que a Goldman Sachs recomenda como preferencial, para este ano. As outras recomendações envolvem deter acções da Rússia, apostar na libra esterlina conta o dólar neozelandês e o Zloty da Polónia, face ao iene, de acordo com a Bloomberg que cita outra nota de investimento.

O índice Hang Seng China Enterprises depreciou 10% desde os máximos de 17 meses registados me Novembro, que compara com uma valorização de 2,8% do índice MSCI Emerging Markets. A pressionar o índice estão preocupações de que o governo chinês tome medidas para reduzir a concessão de empréstimos no país e subir as taxas de juro de referência, para abrandar o crescimento económico.

O índice acumula uma perda de 3,1%, desde o início do ano, período em que o Standard & Poor’s acumula um ganho de 2,8%. O desempenho abaixo dos pares, do índice Hang Seng China Enterprises deixou as suas avaliações a níveis “pouco exigentes”, segundo a nota de investimento do Goldman Sachs, citada pela Bloomberg.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias