Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Goldman Sachs revê em baixa preço-alvo para a Semapa

O Goldman Sachs reviu em baixa a avaliação da Semapa, com uma recomendação de "vender". A casa de investimento revela que a Semapa se insere nos casos em que pode ser melhor investir em empresas que controlam do que directamente na "holding". Neste caso, a hipótese pode ser apostar na Portucel.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 13 de Janeiro de 2010 às 16:17
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O Goldman Sachs reviu em baixa a avaliação da Semapa, com uma recomendação de “vender”. A casa de investimento revela que a Semapa se insere nos casos em que pode ser melhor investir em empresas que controlam do que directamente na “holding”.

Neste caso, a hipótese pode ser apostar na Portucel. O Goldman Sachs emitiu hoje uma nota de análise onde avalia 23 “holdings” europeias. A Semapa é uma delas. O preço-alvo da empresa foi reduzido em 6,44% de 9,16 euros para 8,57 euros. Um valor que ainda assim confere às acções um potencial de valorização de 7,13% face ao valor actual dos títulos (8,00 euros).

A nota de análise adianta que as substituições de negociação são “abundantes”. A casa de investimento revela que “há várias potenciais substituições atractivas de investimento, dependendo do apetite ao risco” e à análise de valor dos activos, alocação de activos, alavancagem, e o desconto implícito face ao valor líquido dos activos.

Entre os exemplos dados surge a Semapa, com o investimento alternativo a ser a Portucel.

Ver comentários
Outras Notícias