Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ibersecurities avalia activos da JM no Brasil em 270 milhões de euros

A Ibersecurities/ActivoBank avaliou os activos da Jerónimo Martins (JM) no Brasil em cerca de 270 milhões de euros, considerando «surpreendente» que a distribuidora admita vir a alienar a sua cadeia brasileira Sé, numa nota avançada hoje.

João Mata 25 de Março de 2002 às 11:04
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Ibersecurities/ActivoBank avaliou os activos da Jerónimo Martins (JM) no Brasil em cerca de 270 milhões de euros, considerando «surpreendente» que a distribuidora admita vir a alienar a sua cadeia brasileira Sé, numa nota avançada hoje.

«Estimamos que as operações brasileiras (da JM) tenham um valor contabilístico de 270 milhões de euros», de acordo com a corretora ibérica.

O presidente da Jerónimo Martins [JMAR], Soares dos Santos, adiantou na semana passada que a distribuidora está a manter em aberto «todas as opções» relativamente às suas operações no Brasil, sugerindo que poderá eventualmente avançar para a sua venda.

A Ibersecurities/ActivoBank sublinhou que «isto é inesperado, uma vez que a companhia sempre disse que este era um activo estratégico, embora não estivesse programada a abertura de novas lojas».

Relativamente à alienação da cadeia de hipermercados polaca Jumbo, que segundo a empresa poderá estar concluida dentro de «duas a três semanas», a mesma fonte sublinhou que a esta deverá ser efectuada «acima do valor contabilístico de 40 milhões de euros».

A recomendação da corretora para a JM é «neutral», com um «preço alvo» de 8,11 euros, que incorpora um pontencial de queda de 5,3% face à cotação actual da empresa.

As acções da Jerónimo Martins seguiam a cair 0,57% para os 8,46 euros.

Ver comentários
Outras Notícias