Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ibersecurities prevê quebra de 4% nas receitas da PT Comunicações em 2003

O Ibersecurities estima que as receitas da unidade fixa do grupo PT, a PT Comunicações, caiam 4% em 2003, em reacção à quebra das tarifas ontem anunciadas. As vendas de equipamentos e a descida do tráfego contribuirão para a quebra de receitas.

Pedro Carvalho pc@mediafin.pt 18 de Fevereiro de 2003 às 10:47
  • Partilhar artigo
  • ...
O Ibersecurities estima que as receitas da unidade fixa do grupo PT, a PT Comunicações, caiam 4% em 2003, em reacção à quebra das tarifas ontem anunciadas. As vendas de equipamentos e a descida do tráfego contribuirão para a quebra de receitas.

A Portugal Telecom (PT) [PTC] anunciou ontem que o cabaz de preços do serviço fixo de telefone irá sofrer uma queda nominal de 0,25% a partir de 21 de Fevereiro.

Na data de entrada em vigor das novas tarifas, os preços das chamadas locais vão ter uma variação nominal positiva de 0,4%. As chamadas locais, segundo Ibersecurities, representam 12,2% das vendas consolidadas do grupo.

O banco de investimento estima que as vendas da PT Comunicações denotem uma quebra de 4% em 2003.

Este desempenho não estará unicamente relacionado com a descida das tarifas, mas também «com a quebra na abertura de novas linhas, na descida do tráfego, bem como no declínio da venda de equipamentos».

Nos primeiros nove meses de 2002, as receitas consolidadas da PT Comunicações evidenciaram uma quebra de 9%.

As acções da PT desvalorizavam 0,76% para 6,49 euros.

Ver comentários
Outras Notícias