Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

ING: Mercado vai levar PT para próximo dos 11,50 euros

O grupo ING diz que o desfecho do impasse da Portugal Telecom no Brasil foi "um resultado melhor do que o mercado está a incorporar no preço" da Portugal Telecom.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 30 de Julho de 2010 às 14:55
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
Os analistas do ING aproveitaram o desfecho do negócio da PT no Brasil para reiterar a sua recomendação de “comprar” os títulos. Os analistas acreditam que o negócio, apesar de complexo, é bom e que “quando o mercado reconhecer a criação de valor” vai levar as acções a negociarem mais próximo do preço-alvo de 11,50 euros por acção.

“A estrutura do negócio é complicada”, reflectindo a complexidade da estrutura accionista da Oi, “e um aumento de capital que o torna ainda mais complicado”, diz a nota de investimento a que o Negócios teve acesso. No entanto, os analistas explicam que a PT está a pagar um máximo de 8,4 mil milhões de reais brasileiros por uma participação mínima de 22,38% da Oi, pagando o equivalente a 6,3 vezes o EBITDA da operadora.

Já a Portugal Telecom negoceia a um múltiplo de 3,8 vezes o EBITDA de 2010, “o que fica muito abaixo dos seus pares” no sector das telecomunicações, avança a nota de análise assinada por Georgios Ierodiaconou. “Nós compreendemos que o mercado está preocupado com as perspectivas económicas para Portugal, mas apesar dos desafios, acreditamos que o negócio de rede fixa da PT é o melhor da Europa”.

Quanto aos riscos decorrentes da complexidade da estrutura accionista, que tem sido um

A Portugal Telecom está habituada a parcerias difíceis.

Georgios Ierodiaconou.
problema na gestão da cotada brasileira, os analistas referem que a PT “está habituada a parcerias difíceis. A Vivo teve um bom desempenho apesar dos problemas entre na relação entre a Telefónica e a Portugal Telecom."

Devido à complexidade da estrutura accionista no novo negócio da PT no Brasil, os analistas atribuem desconto de 10% à sua avaliação, que antes da aplicação deste desconto ficava nos 13,7 euros por acção. É que esta estrutura “já foi um problema no passado e a PT vai ter de aprender a coexistir dentro das suas limitações”, referem a nota de investimento.

Os títulos da Portugal Telecom descem 0,71% para 8,40 euros e o preço-alvo do ING, confere-lhes um potencial de subida de 36,9%.

Ver comentários
Outras Notícias