Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

JP Morgan eleva preço alvo da Vodafone

O facto da britânica Vodafone ter perdido a batalha pelo controlo da americana AT&T Wireless levou a que a JP Morgan elevasse o preço alvo da maior operadora móvel do mundo em 3% para as 1,65 libras (2,44 euros), mantendo a recomendação de «overweight

Ricardo Domingos rdomingos1@gmail.com 18 de Fevereiro de 2004 às 12:17
  • Partilhar artigo
  • ...

O facto da britânica Vodafone ter perdido a batalha pelo controlo da americana AT&T Wireless levou a que a JP Morgan elevasse o preço alvo da maior operadora móvel do mundo em 3% para as 1,65 libras (2,44 euros), mantendo a recomendação de «overweight».

A operadora americana Cingular, detida pela BellSouth e pela SBC Communications, anunciou ontem a aquisição da operadora móvel da AT&T por 41 mil milhões de dólares (31,71 mil milhões de euros), superando a oferta da Vodafone e apresentando um prémio de 27% sobre as cotações de fecho da AT&T Wireless na passada sexta-feira, dia em que terminaram as negociações.

A operação de consolidação nos EUA vem reduzir o número de concorrentes na telefonia móvel e permite, por isso, elevar as avaliações deste sector naquele país, onde a Vodafone controla 44% da Verizon Communications.

«Acreditamos que o sector móvel nos EUA vai beneficiar de uma reavaliação, após o negócio (entre a Cingular e a AT&T Wireless), devido à redução do número de operadores de seis para cinco», afirma a JP Morgan.

A Vodafone mantém-se como a escolha principal, ou «top pick», da JP Morgan no sector devido ao potencial de subida das receitas de exploração.

O banco de investimento afirma que a média da estimativas dos analistas para o crescimento das receitas da Vodafone em 4,7% no ano fiscal terminado em Março de 2006 «é demasiado baixa», face aos 6,4% antecipados pela JP Morgan.

As acções da Vodafone seguiam inalteradas na Bolsa de Londres, ao cotar nas 1,38 libras (2,05 euros).

Ver comentários
Outras Notícias