Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

JP Morgan revê em baixa recomendação para acções do BES

O JP Morgan desceu a recomendação para as acções do Banco Espírito Santo (BES) de «market perform» para «market underperform», sugerindo um preço-alvo de 9,20 euros, um valor 19% abaixo da actual cotação.

Pedro Carvalho pc@mediafin.pt 04 de Julho de 2002 às 10:35
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O JP Morgan desceu a recomendação para as acções do Banco Espírito Santo (BES) de «market perform» para «market underperform», sugerindo um preço-alvo de 9,20 euros, um valor 19% abaixo da actual cotação.

O preço-alvo atribuído pelo JP Morgan, numa nota de «research» publicada hoje, incorpora uma desvalorização implícita de 19% face à cotação de fecho de quarta-feira.

Para o corrente ano, o banco de investimento norte-americano estima que o BES [BESNN] registe um EPS, ou lucro por acção, de 0,83 euros, e no ano seguinte, estima uma quebra para os 0,76 euros. Em 2004, o JP Morgan espera um lucro diluído de 0,87 euros.

Em 2001, o banco liderado por Ricardo Salgado obteu um EPS de 0,785 euros. Em 2002, o consenso dos analistas consultados pela IBES, aponta para um EPS de 0,804 euros.

Num comunicado difundido ontem à imprensa, o segundo maior banco privado português anunciou que obteve um prejuízo de 20 milhões euros em 2001, de acordo com as regras contabilísticas da Securities and Exchange Commission (SEC). Segundo os padrões de contabilidade portugueses, o BES teve lucros de 197,7 milhões de euros.

Os títulos do BES acumulam, desde o início do ano, uma desvalorização de 0,83%, comparáveis à queda de 25,71% do Banco Comercial Português (BCP) [BCP] e à subida de 11,69% do BPI [BPIN].

As acções do BES seguiam com uma valorização de 0,62% para os 11,45 euros.

Ver comentários
Outras Notícias