Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lançamento de restauração da J.Martins "neutral a negativo" para a Ibersol

O lançamento em Portugal por parte da Jerónimo Martins do conceito de restauração "Chili’s" da Brinker International deverá ter um impacto "neutral a negativo" para a Ibersol, por ser um forte concorrente da marca "Cantina Mariachi", consideram os analistas do BPI no "Iberian Daily" de hoje.

Raquel Godinho rgodinho@negocios.pt 26 de Setembro de 2008 às 10:47
  • Partilhar artigo
  • ...
O lançamento em Portugal por parte da Jerónimo Martins do conceito de restauração “Chili’s” da Brinker International deverá ter um impacto “neutral a negativo” na Ibersol, por ser um forte concorrente da marca “Cantina Mariachi”, consideram os analistas do BPI no “Iberian Daily” de hoje.

Tal como avança o Negócios na edição de hoje, a retalhista fechou um acordo com a Brinker International para trazer para Portugal o conceito de restauração “Chili’s”, através do negócio de restauração e serviços. O “Chili’s” vai estar em teste durante um ano em duas unidades.

A equipa de “research” do BPI vê esta notícia como “neutral a negativa” para a Ibersol, sublinhando que “este formato pode ser um forte concorrente da sua marca ‘Cantina Mariachi’ bem como para os seus outros formatos que têm uma presença dominante nos shoppings portugueses”. O banco de investimento frisa, contudo, que a “Cantina Mariachi” representa apenas 0,3% das receitas da companhia.

Já para a Jerónimo Martins esta notícia deverá ter um impacto “neutral”, avançam os mesmos analistas. Estes responsáveis destacam que este “está longe de ser o ‘core business’ para a empresa e não é muito significativo entre o seu portfolio”.

Os serviços de marketing, representações e restaurantes representaram 1,4% das receitas totais de 2007.

O banco de investimento tem uma recomendação de “acumular” para a empresa liderada por Palha da Silva, à qual atribui um preço-alvo de 7,30 euros. A avaliação das acções da Ibersol é de 12,25 euros, enquanto o “rating” é de “comprar”.

A retalhista seguia a perder 2,80% para os 5,653 euros, enquanto a Ibersol recuava 1,04% para os 6,63 euros.

Ver comentários
Outras Notícias