Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lucros do BES devem subir 15% até Setembro

Os resultados líquidos do Banco Espírito Santo, a serem anunciados amanhã antes da abertura do mercado, devem ascender a 180 milhões de euros nos primeiros nove meses do ano, o que representa uma subida de 15% face ao mesmo período do ano passado, segundo

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 25 de Outubro de 2004 às 12:20

Os resultados líquidos do Banco Espírito Santo, a serem anunciados amanhã antes da abertura do mercado, devem ascender a 180 milhões de euros nos primeiros nove meses do ano, o que representa uma subida de 15% face ao mesmo período do ano passado, segundo as previsões da Caixa Banco de Investimento.

Numa nota com as previsões dos resultados do banco de Ricardo Salgado, a Caixa BI afirma que «não esperamos grandes surpresas nestes resultados». O banco de investimento subiu a recomendação do BES [BESNN] de «vender» para «reduzir».

As receitas deverão ficar estáveis face aos primeiros nove meses do ano passado, com as comissões a crescerem 20%. A margem financeira deverá recuar 6,2% para 521 milhões de euros, reflectindo a descida dos «spreads».

Para os custos do BES a Caixa BI antevê um crescimento de 3,7% em termos homólogos, representando uma deterioração no «cost to income» de 50,8%, em Setembro de 2003, para 52,6%.

As provisões devem recuar 16% para 265 milhões de euros e os extraordinários devem conter custos com fundos de pensões e a mais-valia de 22 milhões de euros conseguida com a venda do Credibom.


As acções do BES seguiam inalteradas nos 13,50 euros, acima do preço-alvo atribuído pela Caixa BI, de 12,8 euros.

Outras Notícias
Publicidade
C•Studio