Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Millennium corta preço-alvo da EDP Renováveis e da EDP

O Millennium investment banking reviu em baixa o preço-alvo para a EDP Renováveis em 6,5%, o que acabou por ditar uma descida da avaliação da própria EDP.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 01 de Abril de 2010 às 10:49
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O Millennium investment banking reviu em baixa o preço-alvo para a EDP Renováveis em 6,5%, o que acabou por ditar uma descida da avaliação da própria EDP.

Numa nota de análise, a casa de investimento revela que a EDP Renováveis foi alvo de uma revisão em baixa do preço-alvo de 7,70 euros para 7,20 euros, menos 6,49%. A recomendação foi mantida em “comprar”.

O Millennium explica que a revisão surge devido às actualizações provenientes dos “preços em Espanha e nos EUA (-50 cêntimos), da capacidade instalada nos EUA (-30 cêntimos), actualização do dólar/euro (+55 cêntimos), actualização do ‘spread’da dívida (+15 cêntimos) e outros ajustes”.

Esta actualização da empresa de energias renováveis acabou por ter impacto na avaliação da casa-mãe.

O preço-alvo da EDP foi revisto em baixa de 3,75 euros para 3,70 euros, com uma recomendação de “comprar”.

A avaliação da EDP sofreu ainda actualizações através da revisão do 'spread' da dívida, que resultou num aumento de 30 cêntimos, enquanto "outros ajustes" corresponderam a um corte de 20 cêntimos.

Potenciais de valorização superior a 20%

Apesar dos cortes efectuados pelo Millennium, as novas avaliações continuam a representar um potencial de subida superior a 20% quer no caso da EDP Renováveis, quer no caso da EDP.

Considerando os actuais valores das acções, a EDP Renováveis tem um potencial de subida de 23,92%, e a EDP tem um espaço de 25,25% para subir.

As acções da empresa liderada por Ana Maria Fernandes sobem 0,43% p ara 5,81 euros e os títulos da eléctrica liderada por António Mexia crescem 0,37% para 2,954 euros.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias