Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Millennium ib actualiza preço-alvo da REN e reitera recomendação de "comprar"

O banco de investimento actualizou o preço-alvo da REN depois do "Investor Day" e subiu o preço-alvo 0,2 euros apesar de estimar um agravamento da taxa de desconto.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 17 de Novembro de 2010 às 13:23
  • Partilhar artigo
  • ...
A cotada que a unidade de banca de investimento do BCP recomenda “comprar” tem um perfil de “baixo risco” e a subida do preço-alvo reflecte a revisão em alta das estimativas para a cotada que compensam a subida da taxa de desconto.

O preço-alvo da REN subiu de 3,2 para 3,4 euros.

No dia “Investor Day” que decorreu na última quinta-feira, a gestão da cotada prolongou o programa de 2014 para 2016 e aumentou á previsão das despesas de investimento que irão ocorrer até 2014, refere a nota de investimento do banco.

A taxa de desconto da casa de investimento para a cotada foi revista em alta, de 5,5% para 5,75%, o que teve um impacto negativo na avaliação de 10 cêntimos. Isto devido à subida dos juros da dívida soberana, que servem de referência para a taxa de desconto das cotadas portuguesas. Um efeito que também teve impacto nas taxas de retorno da electricidade a partir de 2011, mas que foi mais do que compensado pela subida das estimativas.

Ainda assim, a cotada registou uma diminuição dos custos de financiamento, enquanto aumentou a maturidade média da sua dívida.

“O CFO explicou como a maturidade da dívida passou de dois anos para [cerca de] quatro anos e sete meses, no ano e meio que terminou em Junho”, refere a nota de investimento assinada pelo analista Joao Mateus. “O custo da dívida decresceu de 4,8% para 3,9%”.

A melhoria das estimativas decorre de um crescimento de marginal das receitas com electricidade previsto até 2011, com diminuição do total da dívida de cerca de 10%, entre o valor registado no final de 2009 e o estimado para Dezembro de 2011.

A nota de análise refere ainda que a segunda fase de privatização da gestora da rede eléctrica nacional poderá ocorrer no segundo trimestre de 2011 e que “dado o crescimento estimado do EBITDA e manutenção da política de dividendo, a REN comprometeu-se a manter a sua política de dividendo inalterada”.

Os títulos da REN negoceiam agora inalterados nos 2,495 euros e o actual preço-alvo confere-lhes um potencial de subida de 36% até ao final de 2011.



Ver comentários
Outras Notícias