Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Millennium revê em alta avaliação da EDP e da Renováveis

"O futuro parece mais brilhante" é assim que o Millennium intitula a nota de research para a EDP, onde subiu em 6,6% a avaliação da eléctrica. Para a Renováveis, a casa de investimento aumentou o preço-alvo em 1,5%, com os EUA a penalizarem.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 17 de Novembro de 2010 às 12:46
  • Partilhar artigo
  • 7
  • ...
O Millennium investment banking actualizou a avaliação da EDP de 3,05 euros para 3,25 euros, com uma recomendação de “comprar”. O novo “target” confere às acções um potencial de subida de 27,15% face ao actual valor dos títulos (2,556 euros), até ao final de 2011.

A revisão em alta do preço-alvo da eléctrica assenta sobretudo na actualização das estimativas de geração de energia, depois dos resultados apresentados pela empresa de António Mexia.

“Consideramos que o elevado nível da dívida da EDP é uma situação temporária”, com a analista Vanda Mesquita a prever que o endividamento da empresa “desça a médio prazo para níveis mais parecidos com os gastos em 2006”, apontando para gastos na ordem dos 1,5 mil milhões de euros em 2015.

EDP Renováveis: “Travão no crescimento nos EUA”

A EDP Renováveis continua a ser afectada pelo mercado norte-americano. As revisões em baixa de estimativas para este mercado têm colocado pressão sobre as acções e levado casas de investimento a reverem em baixa as suas avaliações para a empresa liderada por Ana Maria Fernandes.

Na nota hoje divulgada pelo Millennium há uma revisão em alta da avaliação, com o preço-alvo a subir de 6,65 euros para 6,75 euros, mantendo a recomendação de “comprar”. A nova avaliação corresponde a um potencial de subida de 68,20% considerando o actual valor das acções (4,013).

Esta actualização deve-se à revisão do horizonte temporal, que passou a ser de 2011, e a ajustes de custos de capital.

A travar a subida da avaliação está o mercado norte-americano, a variação euro/dólar e alteração de estimativas por parte da analista Vanda Mesquita.

Ver comentários
Saber mais EDP EDP Renováveis Millennium ib
Outras Notícias