Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Morgan Stanley corta preço-alvo da Brisa em 12% mas sobe recomendação

Banco de investimento acredita que a concessionária de auto-estradas vai ter de reduzir os dividendos entregues aos accionistas a partir de 2013.

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 15 de Novembro de 2011 às 11:37
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O Morgan Stanley baixou o “target” para a Brisa em 12% mas subiu a recomendação para “equalweight”.

Dentro de 12 meses, o banco de investimento norte-americano espera que a Brisa esteja a cotar nos 2,90 euros, abaixo da anterior previsão de 3,30 euros, indica o Morgan Stanley numa nota de “research” a que o Negócios teve acesso.

O novo "target" atribui um potencial de valorização de 27% às acções da firma, que fecharam ontem nos 2,30 euros.

Na sua nota, a equipa de analistas liderada por Jaime Rowbotham e Daniel Ruivo consideram que a Brisa terá de cortar o dividendo a partir de 2013. Se nos próximos dois anos, um dividendo de 0,31 euros parece estar assegurado, o mesmo não acontece para o ano seguinte. Um dividendo de 0,20 euros “é mais sustentável”, indica a casa de investimento.

Esse dividendo a longo prazo da empresa liderada por Vasco de Mello (na foto) implica um “muito atractivo” “dividend yield” de 8,5%, classifica o Morgan Stanley.

Essa razão leva a que, na mesma nota de análise do banco norte-americano, a recomendação para a Brisa seja aumentada, passando de “underweight” do “equal-weight”. Os riscos de refinanciamento da concessionária rodoviária também são menores.

Contudo, os analistas também consideram que não se justifica atribuir uma recomendação de “overweight”, já que não se sabe quando é que vai estabilizar o tráfego rodoviário.

Ao mesmo tempo, a Brisa continua dependente das acções de “rating” sobre a República Portuguesa, que podem influenciar as suas notações financeiras. Tal poderá até “pôr o dividendo da Brisa em risco no médio prazo”, assinala.

Na bolsa, as acções da Brisa, que acumulavam uma perda anual de 56% até ontem, estão a descer 0,83% para cotar nos 2,281 euros.

Ver comentários
Saber mais Morgan Stanley Brisa preço-alvo
Mais lidas
Outras Notícias