Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Redução da perspectiva da dívida espanhola abre oportunidades de compra nos bancos

A redução da perspectiva das agências de notação financeira para economia espanhola "abre oportunidades de compra no sector da banca", segundo os analistas do Espírito Santo Research (ESR), mantêm as avaliações de três bancos espanhóis.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 10 de Dezembro de 2009 às 09:27
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A redução da perspectiva das agências de notação financeira para economia espanhola “abre oportunidades de compra no sector da banca”, segundo os analistas do Espírito Santo Equity Research (ESER), mantêm as avaliações de três bancos espanhóis.

No seu Iberian Daily de hoje, o ESR diz que apesar da redução da perspectiva da dívida espanhola para “negativa” e sabendo que esta se deverá reflectir na redução da classificação da dívida, o banco de investimento “não vê um impacto importante na avaliação dos bancos espanhóis”.

“Uma classificação mais baixa deverá implicar um custo de financiamento mais elevado. Apesar disso, já estamos a utilizar uma taxa de desconto média, de 9,5%, o que nos parece elevado dado o actual nível das taxas de juro”, explicam os especialistas no Iberian Daily de hoje.

A potencial redução do “rating” espanhol (depois da redução do "outlook") deverá deixar a sua dívida com uma classificação de AA-, pela Standard & Poor’s. Uma situação ainda longe daquela em que se encontra a economia grega e do limite mínimo exigido pelo Banco Central Europeu, de BBB.

Oportunidade de compra

“No geral, acreditamos que a reacção de ontem do mercado concede uma oportunidade de compra das nossas ‘eleitas’”, concluem os analistas.

As acções “eleitas” pelo ESER, no mercado espanhol, são as do BBVA com uma avaliação de 16,3 euros, as do Banco Santander, às quais atribuem um justo-valor de 13,5 euros e os títulos do Banesto para os quais têm um preço-alvo de 11 euros. Todas as cotadas “eleitas” pelo ESER, têm uma recomendação de compra.

O Banco Santander desvaloriza 0,54% para 11,165 euros e a avaliação do ESR, confere-lhe um potencial de valorização de 21%.

Os títulos do BBVA descem 0,65% para 12,19 euros e têm um potencial de 34%, enquanto o Banesto recua 0,18% para 8,23 euros e também tem um potencial de valorização de 34%.

As acções do Santander foram as menos penalizadas na sessão de ontem, perdendo 3,65% e as do Banesto foram as que mais caíram, ao regredirem 4,13%.

Ver comentários
Outras Notícias