Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Resultados da SAG suportados na actividade da Unidas

Os resultados operacionais da SAG deverão ter registado uma performance positiva, em 2007, devido sobretudo à actividade da subsidiária brasileira Unidas, considera o Caixa BI. A mesma casa de investimento estima que a empresa tenha terminado o exercício

Raquel Godinho rgodinho@negocios.pt 10 de Março de 2008 às 10:33
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os resultados operacionais da SAG deverão ter registado uma performance positiva, em 2007, devido sobretudo à actividade da subsidiária brasileira Unidas, considera o Caixa BI. A mesma casa de investimento estima que a empresa tenha terminado o exercício de 2007 com um resultado líquido de 39,1 milhões de euros e um EBITDA de 68,3 milhões de euros.

"As nossas expectativas apontam para um crescimento modesto ao nível das receitas, impulsionado pela unidade brasileira, colmatando as nossas previsões de um ano menos favorável para a unidade de retalho", afirma a analista Teresa Caldeira no "Daily" de hoje do Caixa BI.

O banco de investimento estima que a empresa reporte lucros corrigidos pelo efeito da mais-valia da alienação da participação do Santander Consume Finance de 39,1 milhões de euros, o que representa uma subida de 62,2% face ao ano anterior. O EBITDA deverá ter avançado 26,8% face ao período homólogo de 2006 para os 68,3 milhões de euros. O volume de negócios deverá ter crescido 1,3% em relação a 2006 para os 743,1 milhões de euros.

O Caixa BI frisa que a estratégia da empresa se tem voltado para a diversificação das áreas de negócio, destacando-se a área dos serviços. É neste segmento que o banco de investimento estima um crescimento superior o que, juntamente com o facto de as margens deste sector serem normalmente mais elevadas, leva a prever que impulsione o crescimento futuro da SAG.

"Comentário: A SAG destaca-se pela abordagem única ao sector automóvel, e prevemos que a sua estratégia e posicionamento no mercado automóvel português e brasileiro continue a mostrar resultados. Esperamos os resultados reflictam uma boa performance em 2007 que, aliás, deverá ser a imagem de marca da empresa para este ano", refere a analista do Caixa BI.

O Caixa BI tem uma recomendação de "acumular" e um preço-alvo de 2,75 euros para as acções da SAG que seguiam em queda de 1,49% para os 1,99 euros.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias