Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Saída do La Caixa deixa Sabadell mais vulnerável a uma aquisição

O La Caixa anunciou ontem que chegou a acordo para vender os 12,45% que detém no capital do Sabadell, uma noticia que a Espírito Santo Research considera positiva para o banco espanhol, que fica assim mais vulnerável a uma operação de aquisição.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 22 de Dezembro de 2006 às 09:46
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O La Caixa anunciou ontem que chegou a acordo para vender os 12,45% que detém no capital do Sabadell, uma noticia que a Espírito Santo Research considera positiva para o banco espanhol, que fica assim mais vulnerável a uma operação de aquisição.

O La Caixa anunciou ontem que acertou a venda da sua posição de 12,45% no capital do Sabadell, realizando um encaixe financeiro de 1,29 mil milhões de euros.

"Na nossa opinião, esta notícia representa um catalizador positivo para as acções [do Sabadell]", referem os analistas da Espírito Santo Research (ESR), numa nota de hoje, acrescentando que "a saída do seu principal accionista, deixa o Sabadell mais vulnerável como potencial alvo de uma operação de fusões e aquisições".

A mesma fonte lembra que o Sabadell é visto pelos investidores mais como comprador do que alvo, pelo que esta noticia o torna agora diferente dos outros bancos espanhóis.

A ESR considera o Sabadell um banco que tem muitas possibilidades de criação de valor e que transacciona actualmente em bolsa com uma cotação que não incorpora um prémio de fusões e aquisições. A recomendação é de comprar e o preço alvo de 34 euros.

O La Caixa é o maior accionista do BPI, com uma posição de 23%, enquanto o Sabadell é parceiro do BCP, com os dois bancos a deterem participações accionistas cruzadas.

O ESR diz que o Sabadell tem elevado potencial de criação de valor por considerar que o banco catalão é um dos mais eficientes em Espanha, tem sido dos mais penalizados pela regulação do Banco de Espanha, e tem, actualmente um excesso de capital depois da venda da unidade imobiliária.

As acções do Sabadell subiam 0,61% para 32,96 euros.

Ver comentários
Outras Notícias