Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Título prevê crescimento médio anual de 7,9% para a Brisa até 2007

A corretora Título estima um crescimento médio anual de 7,9% para a Brisa entre 2002 e 2007, bem como um EBITDA de 7,2% para o mesmo período, de acordo com um «research» datado de 14 de Agosto.

Susana Domingos sdomingos@negocios.pt 21 de Agosto de 2003 às 13:51
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A corretora Título estima um crescimento médio anual de 7,9% para a Brisa entre 2002 e 2007, bem como um EBITDA de 7,2% para o mesmo período, de acordo com um «research» datado de 14 de Agosto.

A corretora aponta como pontos fortes para a evolução da actividade da Brisa, a expansão da actual rede da concessionária, lembrando que 20% daquela é recente, pelo que ainda não atingiu a sua maturidade em termos de fluxo de tráfego.

Aponta também o facto do Estado português ter em vista o lançamento de novos concursos para oito concessões com portagens correspondentes a 394 quilómetros com ligação à rede da Brisa.

Além disso, os especialistas da Título consideram «provável que, no médio prazo, se inicie uma consolidação do sector nacional, o que poderá constituir uma oportunidade de crescimento para a Brisa».

O alargamento da União Europeia a Leste é outro dos potenciais mercados que a concessionária de auto-estradas portuguesas poderá vir a explorar.

Em termos de factores que podem condicionar o crescimento da empresa, a Título destaca o abrandamento económico, bem como a estratégia de diversificação seguida, no mercado nacional, e que passa pela exposição à Oni e à EDP.

A Título lançou uma recomendação de «compra/baixo risco» para a Brisa [BRISA], com um preço-alvo de 5,62 euros por acção, considerando que a evolução de diversos factores poderá ter um impacto significativo nas acções.

As acções da Brisa seguem a 0,20% para os 4,97 euros.

Mais lidas
Outras Notícias