Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Transmissão dos jogos da Taça de Portugal “é extremamente positivo” para a SIC

A vitória no concurso para a transmissão dos jogos referentes à Taça de Portugal 2007/2008 por parte da SIC "é extremamente positivo" para a estação de televisão e para a Impresa. A transmissão de jogos deverá ajudar a "recuperar" audiências, de acordo co

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 04 de Dezembro de 2007 às 09:19
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A vitória no concurso para a transmissão dos jogos referentes à Taça de Portugal 2007/2008 por parte da SIC "é extremamente positiva" para a estação de televisão e para a Impresa. A transmissão de jogos deverá ajudar a "recuperar" audiências, de acordo com a Lisbon Brokers.

A SIC ganhou o concurso para a transmissão dos jogos referentes à Taça de Portugal 2007/2008, anunciou ontem a empresa. O contrato inclui a transmissão de um jogo por cada eliminatória, um jogo da meia-final e a final. A primeira transmissão começa já no sábado com o jogo entre o Benfica e a Académica.

"Isto é extremamente positivo para a SIC em particular, e para a Impresa em geral", diz a Lisbon Brokers que explica que estas transmissões dos jogos deverão ajudar a "recuperar" posição nas audiências.

A casa de investimento reviu ontem a recomendação das acções da Impresa [ipr] para "comprar" com um preço-alvo de 2,50 euros.

A casa de investimento CaixaBI também considera que esta compra tem um "impacto muito positivo" para as acções da Impresa, "apesar de não terem sido divulgados os valores do contrato".

As analistas Helena Barbosa e Teresa Caldeira salientam que "a SIC preenche desta forma uma lacuna importante na sua grelha de programação na medida em que o futebol representa um contributo decisivo para a subida dos níveis de audiências".

Já o BPI considera que a vitória no concurso gera "sentimentos mistos". Com o analistas Tiago Veiga Anjos a considerar que esta aquisição "cobre parte" do problema da SIC em ter "produtos capazes de atrair espectadores", numa altura em que os canais de televisão concorrentes transmitem a Liga dos Campeões (RTP) e a Liga de Futebol Nacional (TVI).

A casa de investimento explica que o impacto desta aquisição pode colmatar "parcialmente" o problema porque esta é a competição "menos atractiva" e "está muito dependente do desempenho dos três maiores clubes nacionais (Benfica, Porto e Sporting)".

O analista Tiago Veiga Anjos salienta que "é impossível aceder ao possível impacto financeiro deste acordo sem a informação do investimento da SIC neste produto".

As acções da Impresa subiam 1,86% para os 2,19 euros.

Mais lidas
Outras Notícias