Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

"Euro forte prejudica exportações portuguesas"

O vice-presidente da AEP defendeu hoje no Porto que as exportações portugueses têm sido prejudicadas pela valorização do euro face ao dólar.

João Carlos Malta joaomalta@negocios.pt 15 de Novembro de 2011 às 11:16
  • Assine já 1€/1 mês
  • 9
  • ...
“A forte valorização do euro retira competitividade. Esse resultado tem sido muito penalizante para as empresas portuguesas que são obrigadas a vender com margens muito baixas ou negativas”, afirmou Paulo Nunes de Almeida durante a 3ª edição do dia da internacionalização iniciativa da AICEP Portugal e AEP.

No terceiro trimestre, a economia portuguesa registou uma contracção de 1,7% face ao período homólogo e de 0,4% face ao segundo trimestre, um desempenho que o INE justifica com o abrandamento das exportações, que estavam a evitar uma recessão mais severa na economia portuguesa.

O euro está hoje a negociar acima dos 1,35 dólares, acumulando uma subida de 1% em 2011 apesar da crise de dívida soberana.

O vice-presidente da AEP que aproveitou ainda para criticar o actual modelo da Organização Mundial do Comércio, apontando como uma das justificações para os problemas económicos dos países europeus que redundaram na actual crise financeira. “O modelo da OMC está completamente desajustado e anacrónico. Está a contribuir para a desindustrialização e empobrecimento da Europa”.





Ver comentários
Saber mais Paulo Nunes de Almeida euro
Mais lidas
Outras Notícias