Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euribor a três e seis meses renovam mínimos de Junho de 2010

As taxas interbancárias voltaram a recuar na generalidade dos prazos. Apenas a Euribor a um mês não caiu, mantendo-se inalterada.

Raquel Godinho rgodinho@negocios.pt 18 de Abril de 2012 às 10:43
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
Esta tem sido a tendência das Euribor há várias sessões consecutivas. Por um lado, estas taxas tendem a aproximar-se do preço do dinheiro na Zona Euro. A taxa de juro referência do Banco Central Europeu (BCE) situa-se, actualmente, no mínimo histórico de 1%. A autoridade monetária liderada por Mário Draghi volta a reunir no início de Maio.

Por outro lado, as Euribor continuam também a reflectir as operações de cedência de liquidez a longo prazo (três anos), conduzidas pelo banco central, aos bancos europeus, e que continuam a diminuir a pressão no mercado interbancário o que atenua os juros cobrados pelas instituições financeiras entre si.

A Euribor a três meses recuou pela 83.ª sessão consecutiva e situa-se agora nos 0,741%, o que representa um mínimo de Junho de 2010. Já a taxa a seis meses não conhece outro rumo há 84 sessões. Hoje voltou a descer para se fixar nos 1,038%, o valor mais baixo também desde Junho de 2010.

Quanto à taxa com maturidade a nove meses, o recuo desta sessão levou-a para os 1,211%, mínimo de Julho de 2010. É também a este mês que remonta o valor no qual se situou hoje a Euribor a 12 meses (1,364%).

Apenas a Euribor a um mês não caiu, mantendo-se inalterada nos 0,408%, o valor mais baixo desde Abril de 2010.



Ver comentários
Saber mais Euribor taxa interbancária indexante BCE juros
Mais lidas
Outras Notícias