Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euribor retomam subidas apoiadas nas expectativas de subida da taxa de juro

Apesar de na semana passada as Euribor terem descido, pressionadas pela expectativa de que a taxa de juro não irá subir em Junho, as taxas de referência interbancária retomaram os ganhos e estão hoje a subir.

Andreia Major amajor@negocios.pt 16 de Maio de 2011 às 10:25
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
As Euribor retomaram os movimentos de subida, depois de na semana passada terem descido dois dias consecutivos, pressionadas pelas declarações de Jean-Claude Trichet que sugeriram que a autoridade monetária não irá subir a taxa de juro de referência em Junho.

Nas maturidades mais curtas, a taxa de juro a um mês avançou 0,2 pontos base para 1,242%. A três meses a Euribor subiu 0,1 pontos base e situou-se em 1,426%. A seis meses, o indexante apreciou 0,4 pontos base para 1,707%.

No longo prazo, a Euribor a nove meses cresceu 0,3 pontos base para 1,931% e a maturidade a doze meses subiu 0,4 pontos base para 2,145%.

As taxas interbancárias estão a registar uma forte valorização este ano, impulsionadas pela expectativa de que o Banco Central Europeu irá proceder a mais subidas da taxa de juro de referência. Após a primeira subida desde o Verão de 2008, que aconteceu em Abril, os investidores ficaram expectantes quanto a novas subidas.

Porém, as últimas declarações do Presidente do BCE diminuíram as expectativas de que tal venha a acontecer tão cedo. Jean-Claude Trichet anunciou que em Maio não se irão registar aumentos da taxa de juro, não antecipando datas. “Aumentamos juros quando considerarmos apropriado”, disse o presidente do BCE.

Os analistas apontam agora para Julho e Outubro, os meses em que irão ocorrer novos aumentos da taxa de juro. As taxas Euribor deverão continuar a acompanhar a evolução da inflação, antecipando as subidas que o BCE deverá anunciar.

Ver comentários
Saber mais Euribor BCE inflação taxas de juro
Outras Notícias