Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Exterior fecha portas à dívida pública portuguesa

Fontes de financiamento do Estado inverteram-se num ano.

Pedro Romano promano@negocios.pt 22 de Setembro de 2010 às 00:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A forma como o Estado financia o seu défice orçamental está a passar por uma revolução silenciosa. Se há cerca de um ano a esmagadora maioria do financiamento era concedida pelo exterior, fosse sob a forma de compra de obrigações ou pela via mais directa dos empréstimos bancários, neste momento é o mercado interno que assegura a cobertura da totalidade das necessidades do Estado.

Os dados, publicados ontem pelo Banco de Portugal, são reveladores. Em Julho de 2009, o Estado português tinha obtido financiamento no valor de 9,7 mil milhões de euros, sendo que cerca de 51% deste valor tinha sido avançado por investidores internacionais. As obrigações do Tesouro eram o principal veículo de financiamento, representando 33% do total.









logo_empresas

Ver comentários
Outras Notícias