Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fitch corta "rating" da Grécia em dois níveis com receios de abandono da Zona Euro

O corte reflecte "a intensificação do risco da Grécia não ser capaz de se manter membro" da União Monetária e Económica, explica a Fitch na nota de análise. Se depois das eleições de 17 de Junho não houver um Governo que consiga implementar as medidas de austeridade, então "será provável a saída da Grécia" da região.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 17 de Maio de 2012 às 18:58
  • Assine já 1€/1 mês
  • 7
  • ...
A Fitch anunciou um corte de dois níveis do “rating” da Grécia. A notação financeira passou de “B-”, que já é considerado “lixo”, para “CCC”, um nível considerado “extremamente especulativo” e que fica a apenas um patamar do “incumprimento com poucas perspectivas de recuperação”.

A agência de notação financeira realça que os resultados eleitorais de 6 de Maio e a consequente ausência de acordo político parasse formar um governo, “realça a falta de apoio público e político” face ao programa de austeridade acordado com a troika.

A Fitch salienta que se as eleições de 17 de Junho não derem maioria a um partido ou não se conseguir chegar a um acordo político para se formar um governo que consiga implementar o programa de ajustamento, “será provável a saída” da Grécia da Zona Euro.

Se Atenas abandonar a região “deverá resultar num incumprimento generalizado do sector privado”, assim como da dívida pública, “apesar” das obrigações existentes terem sido reduzidas após o programa de reestruturação da dívida grega.

A Fitch reitera que a saída da Grécia da Zona Euro vai afectar os “ratings” dos restantes países da Zona Euro.
Ver comentários
Saber mais Grécia rating Fitch notação financeira
Outras Notícias