Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

IGCP confirma leilões de bilhetes do Tesouro a seis e 12 meses

O instituto liderado por Cristina Casalinho procurará obter com esta operação entre 750 e 1.000 milhões de euros. A última vez que o IGCP realizou um leilão de bilhetes do Tesouro a seis meses foi em Julho do ano passado, ao passo que a mais recente operação de títulos a 12 meses aconteceu em Dezembro.

Miguel Baltasar
André Tanque Jesus andrejesus@negocios.pt 16 de Janeiro de 2015 às 18:22
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) confirmou que irá realizar na próxima quarta-feira dois leilões de bilhetes do Tesouro (BT). O instituto liderado por Cristina Casalinho (na foto) avança que o montante que procurará obter no mercado será entre 750 e 1.000 milhões de euros.

 

"O IGCP vai realizar no próximo dia 21 de Janeiro, pelas 10h30 horas, dois leilões das linhas de BT com maturidades em 17 de Julho de 2015 e 22 de Janeiro de 2016", anunciou esta sexta-feira, 16 de Dezembro, a agência responsável pela gestão da dívida nacional. A primeira das linhas em causa é a BT 17JUL2015, tratando-se apenas de uma reabertura da mesma. Já no prazo mais alargado, este é um lançamento de uma linha (BT 17JAN2016), que servirá de referência ("benchmark") no prazo a um ano.

 

Esta informação vem apenas confirmar o calendário que havia sido apresentado para o primeiro trimestre de 2015, surgindo, contudo, com uma alteração no que toca ao montante indicativo. Isto porque, na altura, o IGCP havia indicado que procuraria angariar entre 1.000 e 1.250 milhões de euros no mercado com o primeiro leilão de BT do ano.

 

Um ligeiro ajustamento no programa de financiamento, que pode decorrer do sucesso dos leilões de obrigações do Tesouro realizados esta semana, mas também da elevada captação de poupança através dos produtos de retalho, nomeadamente os Certificado de Aforro e os Certificados do Tesouro Poupança Mais (CTPM). Só entre Janeiro e Novembro do ano passado, estes dois produtos captaram mais de quatro mil milhões de euros.

 

A última vez que o IGCP realizou um leilão de BT a seis meses foi em Julho de 2014. Na altura, Portugal optou por colocar 400 milhões de euros na linha que vence no próximo dia 23 de Janeiro, a uma taxa de juro média de 0,243%. Já na maturidade mais longa, a última operação remonta apenas a Dezembro passado, tendo o instituto pago uma taxa de juro média de 0,282% para emitir 850 milhões de euros em BT a 12 meses.

 

(Notícia actualizada às 18h24)

Ver comentários
Saber mais Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública IGCP Cristina Casalinho Certificado de Aforro Tesouro Poupança Mais economia negócios e finanças macroeconomia mercado de dívida
Outras Notícias