Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Juros da dívida a três anos superam os 20%

Investidores voltam a aumentar a taxa de juro que exigem a Portugal. No prazo a três anos, a "yield" das obrigações portuguesas já superou os 20%.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 11 de Julho de 2011 às 12:22
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
A especulação em torno de Portugal e da sua incapacidade de cumprir com os seus pagamentos tem aumentado progressivamente. Hoje, os juros das obrigações a três anos já superaram mesmo os 20%, de acordo com os preços genéricos da Bloomberg no mercado secundário.

A taxa de juro está a subir 68,6 pontos base para 20,089%, no prazo a três anos – período em que decorre o pacote de austeridade acordado entre Portugal e a troika.

No prazo a dois anos o aumento está a ser de 76,1 pontos base para 18,257% e a cinco anos a subida é de 13,9 pontos base para 17,123%.

A dívida a 10 anos está a registar um aumento de 32,0 pontos base para 13,249%.

Os juros da dívida pública têm vindo a aumentar com a especulação de que Portugal terá de receber mais dinheiro, tal como está a acontecer com a Grécia. E o corte de “rating” realizado na semana passada pela Moody’s – que colocou o “rating” da República portuguesa num nível de “lixo” – acentuou esses receios e especulações.

Os investidores começam também a virar-se para Espanha e Itália. E ainda que as taxas de juro exigidas no mercado secundário sejam ainda bastante mais baixas do que as de Portugal, a verdade é que têm vindo a subir de forma progressiva e para máximos históricos.

Ver comentários
Saber mais juros dívida obrigações Portugal Espanha Itália ajuda externa
Outras Notícias